Na noite desta quinta-feira, 500 alunos do Pronatec recebem certificados

Na noite desta quinta-feira, 500 alunos do Pronatec recebem certificados




A formatura acontece às 19h30, no Instituto Federal do Tocantins – IFTO de Araguaína. Os alunos já estão aptos para ingressar no mercado de trabalho

 Cerca de 500 alunos do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) receberão diplomas de Montador e Reparador de Computadores, Padeiro e Confeiteiro, Costureiro Industrial, Mecânico de Motores, Cadista, Torneiro Mecânico, Cuidador de Idosos e Bovinocultor de Corte.  Os certificados de conclusão serão entregues nesta quinta-feira, 21, às 19h30, no Instituto Federal do Tocantins – IFTO de Araguaína.

O programa é uma parceria da Prefeitura de Araguaína, por meio da Secretaria de Trabalho e Ação Social, Governo Federal, SENAI, SENAC, SENAR e IFTO. “Esses homens e mulheres já estão preparados para pleitear uma vaga no mercado de trabalho. Ficamos satisfeitos em ter contribuído para que várias famílias consigam ter uma renda fixa e com estabilidade”, diz o prefeito Ronaldo Dimas.

Os cursos tiveram duração de 2 a 3 meses e aconteceram tanto nas instituições ofertantes quanto em escolas públicas e associações para ficar mais próxima das comunidades. A Prefeitura e os parceiros também agilizam a inserção de muitos alunos no mercado de trabalho por meio das demandas apresentadas pelas empresas. “E nós ainda demos uma ajuda de custo de R$ 200,00 para o transporte coletivo e lanches dos estudantes”, completa a secretária Cleomar Ribeiro.

Pronatec

Criado pelo Governo Federal em 2011, o Pronatec, tem como meta expandir, interiorizar e democratizar a oferta de cursos de educação profissional e tecnologia e garantir o acesso de jovens e adultos no mercado de trabalho.

Por meio de uma parceria entre a Prefeitura de Araguaína e o Ministério do Desenvolvimento Social, com apoio do SENAC, SENAI e IFTO, cursos gratuitos são oferecidos a jovens (a partir dos 16 e 18 anos, dependendo do curso) e demais interessados na profissionalização.

Fazer um comentario