Escola Municipal realizará Campeonato Infantil de Jiu-Jitsu neste sábado

Escola Municipal realizará Campeonato Infantil de Jiu-Jitsu neste sábado




Evento contará com a participação de atletas locais e dos municípios de Carolina (MA) e Palmas

A Secretaria Municipal de Educação, por meio da Escola Municipal José Ferreira Barros, no Setor Céu Azul, realizará neste sábado, a partir das 7 horas, o IV Campeonato Infantil de Jiu-Jitsu. O evento social e solidário tem o apoio da Secretaria de Esportes, Cultura e Lazer e faz parte do Projeto Atleta Ouro e está dentro do Programa Mais Educação. “Este campeonato tem a finalidade promover o intercâmbio esportivo entre academias, escolas e alunos de outros municípios”, disse o diretor da escola, Lusmar dos Santos.

Além dos competidores mirins da escola, participarão do evento atletas de academias locais e dos municípios de Carolina (MA) e Palmas. O evento também contará com a presença do campeão olímpico mundial de Jiu-Jitsu, o araguainense Roniedson Andrade. Com a prática esportiva os alunos melhoraram o comportamento em sala de aula, já que uma das regras é ter bom desempenho nas notas. Os alunos-atletas ainda melhoraram a participação, higiene, respeito e solidariedade na convivência escolar.

O Projeto na Escola

O projeto Atleta Ouro é desenvolvido na escola de segunda à sexta-feira. Sob a instrução do professor Rafael Alencar, as aulas de Jiu-Jitsu, realizadas na quadra da escola, são divididas por categorias: três vezes na semana, atendem alunos de 8 a 12 anos, e duas vezes, alunos de 4 a 7 anos.

De acordo com o Secretário Municipal de Educação, Jocirley de Oliveira, além de valorizar a implantação da arte marcial na modalidade Jiu-Jitsu, a rede municipal de ensino também oferece o karatê, judô, dança e várias outras modalidades nas 32 escolas do município, dando às crianças a oportunidade da prática esportiva. “O esporte é uma das principais ferramentas na formação do cidadão e acreditando nessa modalidade já obtivemos várias conquistas fora e dentro da escola”, explicou Oliveira.

Fazer um comentario