Mototaxistas serão incluídos no programa Minha Casa Minha Vida

Mototaxistas serão incluídos no programa Minha Casa Minha Vida




A reunião feita com o prefeito Ronaldo Dimas também informou a categoria sobre a criação da agência municipal de trânsito e estruturação da fiscalização até o ano que vem

 Durante uma reunião com a categoria dos mototaxistas, ocorrida na noite da última quinta-feira, 21, na sede da cooperativa, no setor Coimbra, o prefeito Ronaldo Dimas anunciou o cadastro dos profissionais e seus familiares no programa Minha Casa Minha Vida, na modalidade associativismo. “Faremos o cadastro de todos os interessados, mas é importante ressaltar que os critérios para aprovação são aqueles já conhecidos como não possuir residência própria, renda familiar inferior a R$ 1.600,00, entre outros. A oportunidade também se estenderá a taxistas e outras categorias organizadas”, explicou Ronaldo.

Também presente na reunião, o secretário de Habitação do Município, Elenil da Penha, adiantou que a Prefeitura já está pleiteando as unidades, mais de 1000, junto ao Governo Federal. “Vamos abrir o cadastro dentro de 15 dias. Com este banco de dados em mãos poderemos organizar melhor e incrementar o projeto”, comentou. Ficou acordado que as inscrições serão feitas na sede da própria cooperativa. “Estamos cumprindo mais um compromisso de campanha feito junto a vocês, neste mesmo local”, enfatizou o prefeito.

Recadastramento e regularização

Para os cooperados que já possuem casa própria, Ronaldo salientou o programa de recadastramento imobiliário que está em execução no município. “A partir do momento que a Prefeitura tem registrado o imóvel, mesmo que ele não seja escriturado, ele ganha a legitimação do poder público e possibilita ao proprietário buscar financiamentos junto à Caixa Econômica Federal para reformas e ampliações”, ressaltou Dimas. Informações sobre o programa de regularização fundiária da Secretaria de Habitação também foram repassadas aos mototaxistas durante o encontro.

Agência de trânsito

Um dos pontos bastante cobrado pela categoria foi a fiscalização de clandestinos por meio do departamento de trânsito do município. O prefeito adiantou que o concurso público para a contratação de mais agentes de trânsito já está autorizado e deve começar já no ano que vem. “Mas a estrutura só estará completa com a criação da agência de trânsito do município, que está com o projeto de lei praticamente pronto para ser enviado para a Câmara de Vereadores”, informou Ronaldo.

Neste meio tempo, ficou acordado com a categoria que os dois agentes de trânsito em exercício na cidade estarão atentos aos mototaxistas clandestinos e ao serviço irregular de lotação. Os mototaxistas regulares auxiliarão a prefeitura identificando os principais locais de atuação dos infratores e informando aos agentes. “Contudo, os cooperados se responsabilizarão em disponibilizar profissionais para os bairros que tiverem os clandestinos retirados para que a população não fique sem o serviço”, completou Dimas.

Com a estruturação da agência de trânsito, a Prefeitura prevê uma licitação para contratar uma empresa responsável pelo recolhimento e guarda dos veículos autuados pelos agentes. “Estimamos que, até abril do ano que vem, todo o aparato público para organização do trânsito já esteja estruturado”, finalizou o prefeito.

(Foto: Leila Mel / Ascom Prefeitura)

Fazer um comentario