Quase 25 mil títulos eleitorais poderão ser cancelados em Araguaína

Quase 25 mil títulos eleitorais poderão ser cancelados em Araguaína




O período para o Recadastramento Biométrico em Araguaína que terminará no dia 19 de dezembro se aproxima e até o momento, 24.242 pessoas precisam procurar o Cartório Eleitoral para regularizar sua situação. É importante que o eleitor não deixe para a última hora, evitando filas.

Quem não fizer o recadastramento terá o título cancelado e estará sujeito a várias restrições, como a impossibilidade de tirar passaporte e carteira de identidade ou tomar posse em cargo público, não poder se matricular em instituições públicas de ensino superior entre outras.

Biometria
Para realizar o procedimento, o eleitorado deve levar documento de identificação oficial com foto e comprovante de endereços em seus respectivos cartórios eleitorais. Não serão aceitos documentos de habilitação e o novo modelo de passaporte. Os eleitores que não se recadastrarem terão seus títulos cancelados.
O eleitor de Araguaína deve se dirigir ao Cartório Eleitoral da cidade, situado à Avenida Neif Murad, quadra 01, lote 02, Setor Noroeste, munidos de documento oficial com foto e comprovante de endereço, das 8 às 18h, sem intervalo para o almoço.

Agendamento
O eleitor também pode agendar seu atendimento através do número 0800 6486 800 e também pelo portal: www.tre-to.jus.br.

Histórico
O eleitorado tocantinense chega a 993.917 pessoas, distribuídas em 35 Zonas Eleitorais. A primeira fase do Recadastramento Biométrico no Tocantins aconteceu em 2009, abrangendo Pedro Afonso (14ª ZE) e Alvorada (23ª), onde foram recadastrados 21.870 eleitores.
A segunda etapa da biometria no Tocantins se deu em 2011, nas zonas eleitorais de Gurupi (2ª ZE) e Paraíso (7ª ZE). Na ocasião foram recadastrados 40.276 eleitores.
(A.S.)

Fazer um comentario