Procuradoria divulga retificação do edital para concurso de Procurador do Município

Procuradoria divulga retificação do edital para concurso de Procurador do Município




No novo edital foi instituída uma vaga para portador de deficiência. O prazo para inscrições foi prorrogado para 6 de janeiro de 2014

 A Procuradoria Jurídica do Município publicará no Diário Oficial desta sexta-feira, 29, a retificação do edital 01/2013 do concurso público para procurador jurídico, que será executado pela Comissão Permanente de Seleção (COPESE) da Fundação Universidade Federal do Tocantins (UFT). Essa retificação modificou o edital de abertura e instituiu uma vaga para deficiente físico. No novo edital, as inscrições foram prorrogadas até 6 de janeiro de 2014 e a solicitação de isenção da taxa de inscrição até 13 de dezembro de 2013.

Devido ao novo prazo de inscrições, o comunicado divulgado pela organizadora do concurso estabelece novas datas para o pagamento da taxa de inscrição (7 de janeiro de 2014) e para a entrega ou envio dos laudos, quando da inscrição de pessoas com deficiência (6 de janeiro).

Neste certame são disponibilizadas 5 vagas para Procurador Jurídico do Município, na qual uma é reservada para portador de deficiência.

Para exercer o cargo, o profissional deve ter concluído o curso de Bacharelado em Direito, mediante diploma registrado no Ministério da Educação (MEC), com exercício efetivo de pelo menos três anos.

O salário inicial é de R$ 3.000,00 para 40 horas semanais. As inscrições custam R$ 200,00 e devem ser efetuadas por meio do endereço eletrônico www.copese.uft.edu.br ou no Centro de Referência de Assistência Social II, localizado na Avenida São Francisco, nº 1347, esquina com a Rua das Palmeiras, no Setor Araguaína Sul.

Para a escolha dos profissionais, serão realizadas provas objetiva e discursiva, avaliação de títulos e teste profissiográfico. A aplicação da prova objetiva está prevista para o dia 6 de abril de 2014, no turno da manhã e versará sobre os temas mencionados no edital.

Este concurso público terá validade de dois anos, contados a partir da publicação da homologação do resultado final, prevista para 29 de agosto, podendo ser prorrogado uma vez, por igual período, a critério da Secretaria Municipal da Administração.

Fazer um comentario