Celtins dá orientações quanto a ligações e desligamentos de padrões em contratos de aluguel

Celtins dá orientações quanto a ligações e desligamentos de padrões em contratos de aluguel




Na entrada ou saída de imóveis, a troca de titularidade nas Unidades Consumidoras deve ser vista com atenção. Vistorias também são recomendadas para detectas ligações irregulares

Fim de ano é um período em que são comuns aberturas e encerramentos de contratos de aluguel, principalmente em cidades universitárias como Araguaína. O desligamento e ativação de Unidades Consumidoras são ações importantes dentro deste processo e a Celtins orienta os consumidores como proceder corretamente. “Boa parte das reclamações que recebemos no 0800 721 3330 ou no atendimento presencial é relacionada a falhas nas entradas e saídas de inquilinos nos imóveis. E, na grande maioria das vezes, os problemas são de fácil e simples resolução”, explica o gerente comercial da Celtins em Araguaína, Marcelo Camilo.

Entrada

De acordo com Celma Moreira, Analista de Clientes da Celtins, um cidadão que acaba de alugar uma casa pode se deparar com duas situações. A primeira delas é a ideal, a casa com o padrão desligado. Para solicitar o ligamento, é preciso comparecer pessoalmente na agência da Celtins com as cópias da identidade e CPF, ou outro documento com foto como CNH e Carteira de Trabalho. “A documentação precisa ser autenticada, para evitar fraudes, mas é só o cliente levar os originais que fazemos o processo na Celtins mesmo”, informa Celma. A apresentação do contrato de aluguel e da escritura da casa é opcional, caso o locatário tenha acesso.

Mas é importante observar um detalhe neste caso. “O novo morador não pode possuir débitos vencidos de outra Unidade Consumidora. É preciso quitar antes de solicitar um novo ligamento”, avisa a analista. E caso a UC da nova casa possua débitos, também é preciso pagar essa conta antes da ativação do padrão.

A outra situação é quando a energia da casa ainda permanece ligada no nome do inquilino anterior. “Neste caso, também na agência da Celtins, o novo morador precisa solicitar a Troca de Titularidade com a apresentação dos documentos pessoais, cópias e originais”, completa Celma.

Há, também, uma recomendação importante para os novos moradores. “Antes de assumir uma UC, o cliente pode solicitar uma vistoria no imóvel para checar se há ligações irregulares e evitar problemas com a empresa”, aconselha Marcelo.

Saída

Quando o morador deixa uma residência, é fundamental que ele se atente para a necessidade de informar a Celtins sobre o fim do contrato e solicitar o desligamento do padrão. Isso pode ser feito pelo 0800 ou no atendimento presencial. “E o cliente deve estar ciente que uma última fatura chegará mesmo após o desligamento com o consumo proporcional até a saída dele da casa”, enfatiza Celma.

Problema comum

A analista conta que desligamentos de padrões podem acontecer mesmo com o novo morador dentro da casa e com as contas em dia. “Infelizmente, é comum que, quando a pessoa sai da casa, ela se esquece de pedir o desligamento. Se o novo morador não trocar a titularidade, a energia continuará sendo cobrada no nome do cliente anterior e este não fazer o pagamento. Por isso é preciso ficar atento às trocas de titularidade da UC. esclarece Celma.

Nova casa

Quando a casa está recém construída, pronta para receber uma nova ligação, o cliente precisa adquirir o padrão, informar a Celtins que aquela residência nunca teve uma ligação de energia elétrica e pedir a ligação no atendimento presencial. “É preciso apresentar os documentos, como sempre, o endereço completo e informar se a ligação será monofásica (residências), bifásica (residência maiores) ou trifásica (comércio)”, diz a analista.

Outra exigência é uma declaração, por escrito ou verbal, da quantidade de equipamentos elétricos, como lâmpadas e eletrodomésticos que o imóvel terá para que a Celtins possa efetuar a ligação mais apropriada.

Fazer um comentario