Estado dobra número de mamografias realizadas no Tocantins e previne o câncer de mama

Estado dobra número de mamografias realizadas no Tocantins e previne o câncer de mama




Dia de Santa Ágata, protetora contra doenças da mama, 5 de fevereiro é também o dia nacional da mamografia. Principal exame para prevenção e diagnóstico precoce do câncer, a investigação das mamas é fundamental para reduzir as mortes por conta deste que é o tipo de  câncer mais comum entre as mulheres.

No Tocantins, as mulheres têm garantido o acesso ao exame. A mamografia permite a detecção precoce da doença, ao mostrar lesões em fase inicial, muito pequenas (medindo milímetros) e deve ser realizado a cada dois anos por mulheres entre 50 e 69 anos, ou segundo recomendação médica.

No Estado, a mamografia pode ser realizada pelo Sistema Único de Saúde (SUS) nos municípios de Augustinópolis, Araguaína, Palmas, Paraíso, Dianópolis e Gurupi. Além desses, o Tocantins conta com três Unidades Móveis que estão percorrendo os municípios realizando exames de mamografia, ultrassonografia mamária e exame preventivo do colo do útero (papanicolau).

A paciente Maria Abreu da Silva tem 29 anos e conta que o primeiro passo para diagnosticar o câncer foi a realização do autoexame, seguido da mamografia. “Mesmo com pouca idade fiz o autoexame, busquei atendimento e fui encaminhada para o HGP, onde fiz exames que incluíram a mamografia e que confirmaram que tinha um tumor 4,5 centímetros. Desde abril de 2013 estou fazendo quimioterapia, passei por novos exames e segundo os médicos o tumor já diminuiu para 1,5 centímetro”, comemora a paciente.

Diagnóstico facilitado

Segundo dados da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), entre os anos de 2012 e 2013 o número de exames realizados mais que dobrou. Enquanto em 2012 foram realizados 4.223 exames de mamografia de rastreamento na faixa etária de 50 a 69 anos e 635 mamografias de diagnóstico, no ano passado, de janeiro a novembro, foram realizados 8.850 exames de mamografia de rastreamento e 736 mamografias de diagnóstico na rede pública de saúde.

“A porta de entrada principal para o Programa de Controle do Câncer de Mama é a Unidade Básica de Saúde. As mulheres podem chegar à UBS por demanda espontânea ou agendamento com a equipe de Saúde da Família”, explicou a gerente de Atenção à Assistência Oncológica da Sesau, Eliana de Almeida.

Vale lembrar que se a mulher pertencer à faixa etária de 50 a 69 anos de idade, tiver realizado mamografia há mais de dois anos ou nunca realizado o exame, ela será encaminhada para uma das Unidades Móveis de Mamografia ou para o Serviço de Referência, assim como as mulheres de 35 anos de idade ou mais, com risco elevado para o câncer de mama.

Dona Belina Maria Costa, de Ponte Alta, tem 59 anos e após inúmeros exames, principalmente depois da mamografia, passou por mastectomia para retirada da mama direita. Agora, ela está em tratamento no HGP e vem se recuperando bem. “Estou confiante e firme no tratamento, digo para todas as mulheres para se cuidarem e não terem medo, com fé vencemos”, completou.

O câncer de mama identificado em estágios iniciais, quando as lesões são menores de dois centímetros de diâmetro, apresenta prognóstico mais favorável e elevado percentual de cura.

Carretas da Mulher

As carretas do programa “Saúde da Mulher, Saúde Cidadã” continuam levando atendimentos e exames preventivos de câncer de mama e colo de útero às mulheres do Tocantins.

Somente nesse mês de janeiro, quando percorreram as cidades de Taguatinga, Lagoa do Tocantins, São Miguel do Tocantins e Dois Irmãos, as três unidades móveis já realizaram 2.329 mamografias de rastreamento e 2.231 ultrassonografias.

Seguindo cronograma, a previsão é que a Carreta 1, da região leste, atenda nessa semana a população de Novo Alegre (de 3 a 7 de fevereiro). Já  a Carreta 2, da região norte, deve atender mulheres em Itaguatins (de 3 a 14 de fevereiro); e a Carreta 3 ,da região oeste, deve estar na cidade Araguacema até o dia  7 de fevereiro.

(Ana Paula Gomes/Foto: Ana Paula Gomes)

Fazer um comentario


Deprecated: Directive 'track_errors' is deprecated in Unknown on line 0