UFT: V Seminário de Malária do Tocantins acontece em março, no Câmpus de Araguaína

UFT: V Seminário de Malária do Tocantins acontece em março, no Câmpus de Araguaína




Acontece nos dias 10 e 11 de março, no Câmpus de Araguaína da Universidade Federal do Tocantins (UFT), o V Seminário de Malária do Tocantins. Realizado pela UFT em parceria com a Secretaria da Saúde do Tocantins (Sesau), o evento tem como objetivo discutir o contexto epidemiológico da malária no estado e no país, bem como propostas para a erradicação da doença. O público-alvo são alunos, professores, profissionais de saúde e os secretários municipais de saúde dos 52 municípios tocantinenses considerados prioritários para a malária, ou seja, os municípios que fazem divisa com o Pará, que em 2013 registrou cerca de 30 mil casos da infecção.

São esperados para o seminário membros do Ministério da Saúde, do Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems) e do Conselho de Secretários Municipais de Saúde do Tocantins (Cosems-TO).

A malária é uma infecção causada pelo parasita plasmódio, transmitida pelo mosquito do gênero Anopheles. O Brasil é o país com mais casos da doença no continente, sendo que a maior parte deles se concentra nos estados da Amazônia Legal. Segundo o coordenador do evento e professor do Curso de Medicina da UFT, Neilton Araújo, apesar de não ser elevado o número de casos notificados no Tocantins, a chegada contínua de doentes de outros Estados exige cuidados de controle.

“Temos um desafio, e ao mesmo tempo uma oportunidade, de atuar em cooperação com a gestão pública para produzir inovações importantes no campo da atenção à saúde, visando melhorias na condição de vida da nossa população”, afirma.

O evento será transmitido ao vivo pelo Núcleo de Telessaúde, por meio do site www.telessaude.edu.br.

(Débora Almeida e Bianca Zanella)

Fazer um comentario


Deprecated: Directive 'track_errors' is deprecated in Unknown on line 0