Escola de Araguaína se destaca com projeto de sustentabilidade e empreendedorismo

Escola de Araguaína se destaca com projeto de sustentabilidade e empreendedorismo




Com o projeto “Escola Limpa’, a equipe de educadores do Colégio Professora Silvandira Sousa Lima, localizado em Araguaína, promoveu uma mobilização na instituição, para evitar o desperdício de papel e manter a escola sempre limpa. A Cooperativa RDP surgiu a partir da necessidade de concretizar um projeto de sustentabilidade na unidade de ensino. Tendo como matéria-prima o papel, os alunos aprenderam a construir peças utilizando origamis. Todos os papeis da escola são separados e os que apresentam rasgos são destinados à reciclagem. Os papeis inteiros são utilizados pela cooperativa, uma mini-empresa criada pelos educandos. O colégio têm 850 alunos, matriculados no ensino fundamental e médio e é gerido por Graziane Araújo Pitombeira, que administra a escola desde 2011.

O projeto deu tão certo que os alunos passaram a ter uma nova consciência sobre a questão ambiental. Há uma equipe responsável pela reciclagem de papel e outra para produzir peças utilizando o origami. Evitando o desperdício de papel, são menos árvores cortadas para a produção da celulose.

Reciclando

A escola utiliza o equipamento Tecnokits® do Ministério da Educação, que vem com liquidificador, prensagem, chave de segurança e bandejas. Num ato simples, alunos e professores transformam os papéis que iriam para o lixo, em papéis de diversas cores, que poderão ser utilizados na produção de lembrancinhas, de convites, de capas de cadernos e em diversas outras ideias.

O estudante Eli Sousa de Oliveira, 12 anos, aluno do 8º ano, está sempre atento às fases da produção do papel reciclado. Ele conta que aprendeu a ter mais cuidado com o meio ambiente.

Para o professor de Geografia Gilson Tavares de Oliveira, a partir da reciclagem do papel, os alunos analisaram o conceito de meio ambiente, como o lugar em que vivemos e do qual precisamos cuidar. “Com isso, os alunos passaram a cuidar melhor dos espaços de convivência, agora, eles não jogam papéis no chão, e sim, nos cestos da reciclagem”.

Para a realização das ações da escola, todos os alunos se mobilizaram, produziram e distribuíram panfletos na cidade com informações sobre a importância de economizarem água e energia. “Foi muito importante essa ideia de levar o que se aprende na escola para a comunidade”, fala o professor”.

Cooperativa RDP

Com os recursos da venda da produção, os alunos investem na mini-empresa. Em dezembro de 2013, eles ainda participaram de uma feira nacional de empreendedores promovida pelo Sebrae Nacional, em Brasília.

A presidente da mini-empresa, Danielly Lopes, de 14 anos, conta que para construírem as peças, eles utilizam papel, cola branca, cartão e tinta. Segundo ela, a produção com poucos recursos foi elogiada a equipe do Sebrae. As peças são vendidas por valores que variam de R$ 10, 00 a R$ 30,00.

Samuel Silva Soares, 16 anos, aluno do 1º ano do ensino médio, é diretor de produção da cooperativa e diz que está aprendendo a ser mais comunicativo e a desenvolver novos conceitos no universo dos negócios e do empreendedorismo.

“Um projeto que iniciou simples, levou a escola a ser mais conhecida todos passaram a acreditar mais na escola”, frisa Dalcione Menezes Mello, coordenadora pedagógica.

(Josélia de Lima/Foto: Manoel Lima)

Fazer um comentario


Deprecated: Directive 'track_errors' is deprecated in Unknown on line 0