Prefeitura de Araguaína elabora projeto para ampliação do Centro de Triagem de Animais Silvestres do CIPRA

Prefeitura de Araguaína elabora projeto para ampliação do Centro de Triagem de Animais Silvestres do CIPRA




Durante inauguração oficial do Centro, Secretaria de Planejamento, Meio Ambiente, Ciência e Tecnologia, entrega projeto de ampliação da unidade para instalação de um berçário e uma incubadora

 

O Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins) e a Companhia Independente de Polícia Militar Rodoviária e Ambiental (CIPRA) inauguraram na manhã desta sexta-feira, dia 23, em Araguaína, o Centro de Triagem de Animais Silvestres (CETAS). O local é uma unidade de acolhimento para animais que foram recolhidos, apreendidos ou entregues voluntariamente para cuidados e acompanhamento médico veterinário.

Como parceira das duas instituições, a Prefeitura de Araguaína, por meio da Secretaria de Planejamento, Meio Ambiente, Ciência e Tecnologia, elaborou um projeto de ampliação do Centro. De acordo com o secretário, Bruno Rangel, a Prefeitura fez o projeto para ampliar a unidade, onde será feito um berçário e uma incubadora própria para os animais pequenos. “Somos parceiros e como tal, estamos buscando recursos para implantar o berçário e a incubadora, além de elaborar o projeto”, explicou o secretário.

Durante a inauguração oficial do CETAS, estiveram presentes o presidente do Naturatins, Stalin Bucar, o comandante do 2º BPM, Major Silva Neto, o presidente da Câmara Municipal, vereador Marcus Marcelo, além de representantes do Corpo de Bombeiros, do CIPRA de Araguaína e outras entidades.

CETAS

O Centro de Triagem de Animais Silvestres (CETAS) acolhe em média 50 animais por mês, provenientes de ações do CIPRA – apreensões do órgão, recolhidos e também por entrega voluntária. São animais ainda jovens e também adultos. Em 2013, foram mais de 600 animais que passaram na unidade.

Atualmente, o CETAS tem um local que abriga os animais jovens, como se fosse um berçário, mas não é o adequado. Pois este lugar seria para os animais que estão em recuperação médica. Com o espaço próprio para o berçário, o Centro terá mais um lugar para recuperar os animais.

(Créditos/Foto: Joselita Matos)

Comments are closed.