Primeiro Bazar das reeducandas de Babaçulândia terá estande na Expoara

Primeiro Bazar das reeducandas de Babaçulândia terá estande na Expoara




A primeira exposição das peças de artesanato confeccionadas pelas reeducandas da Cadeia Pública de Babaçulândia será realizada na Expoara – Exposição Agropecuária de Araguaína. A partir de parceria com o Sebrae, que realiza no evento a IX Semana Tecnológica, os produtos estarão à venda até domingo, 15, no estande da Feira de Artesanato. A Feira funciona das 17h até meia-noite.

Os tapetes produzidos pelas reeducandas têm variedade de cores, tamanhos e modelagem e poderão ser adquiridos a partir do valor de R$10,00. Produtos mais trabalhados estão sendo ofertados por cerca de R$180,00.

As artesãs terão oportunidade de vender grande quantidade dos produtos durante Rodada de Negócios que acontece no sábado, 14, às 14h, nas instalações do Sebrae. A Rodada de Negócios é um espaço para que as empresas negociem seus produtos e serviços e estabeleçam novas parcerias.

Bazar

As peças de artesanato estão em exposição através do Bazar Três Pontos – projeto da Defensoria Pública baseado nos pilares trabalho, liberdade e geração de renda.  Inicialmente desenvolvido na Unidade Prisional Feminina de Palmas, o projeto foi estendido à Cadeia Pública de Babaçulândia, que conta atualmente com 30 detentas.

Os resultados positivos do Bazar em Palmas estimularam a equipe multidisciplinar da Defensoria Pública em Araguaína a implantar o projeto na comunidade carcerária local, com o objetivo de fortalecer a produção que já existe – realizada por 15 mulheres que confeccionam tapetes de crochê.

(Keliane Vale)

Comments are closed.