Calçadas recebem obras para acessibilidade em Araguaína

Calçadas recebem obras para acessibilidade em Araguaína

As obras de adequação dos passeios públicos iniciaram pelo Entroncamento e seguirão até o Centro da cidade 

Com o objetivo oferecer acessibilidade, além de melhorar o dia a dia dos pedestres araguainenses e dar um novo formato à paisagem urbana, o projeto de reestruturação das calçadas de Araguaína está tomando corpo. Os trabalhos iniciaram na segunda quinzena do mês de junho e faz as adequações necessárias no calçamento no centro comercial da cidade, entre o setores Entroncamento e Centro com a aplicação de bloquetes de concreto intertravados e pó de brita. O calçamento é uniforme, com 2,5m de extensão. Em alguns pontos, embora a prioridade sejam os pedestres, as calçadas terão baias para estacionamento de carros e motos, sendo 83 vagas para carro e 89 para motos. Idosos e deficientes também terão sete vagas reservadas, cada.

De acordo com a Secretaria da Infraestrutura, a obra foi dividida em trechos e os 15 quarteirões foram enumerados para facilitar o trabalho da empresa licitada para execução da obra. Em vários trechos do Setor Entroncamento as obras já foram concluídas. A previsão para conclusão total da obra é até o início de 2015, onde serão 1,5 km de calçadas reformadas e com acessibilidade. As árvores que ficam localizadas nas calçadas também serão mantidas e preservadas, após a avaliação de risco que será realizada pelos engenheiros.

Satisfação

Os problemas das calçadas irregulares nos passeios públicos prejudicavam há muito tempo quem passava diariamente no trecho. Terezinha Nunes vende diariamente espetinho na calçada próximo ao antigo “É pra Já”. “A obra deu outro visual e nem se compara aquele visual velho que tinha aqui”, disse ela, observando os blocos na frente do seu estabelecimento.

Quem também está satisfeito com a obra realizado pela prefeitura é o pedreiro Sebastião Rodrigues. “Cheguei aqui em 1968, na época só tinha o Bairro JK e o povoado se chamava Lontra. Hoje eu tenho orgulho de dizer que moro em Araguaína, pois a cidade evoluiu, tem crescido. Hoje, mesmo de bicicleta, você sai limpo e volta limpo, sem poeira e lama” disse Rodrigues.

Acessibilidade

As rampas de acesso para cadeirante, que serão construídas onde há faixas de pedestres, atendem as normas da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT). Segundo a Secretaria da Infraestrutura, pisos especiais de orientação aos pedestres portadores de deficiência visual também serão instalados na Cônego, a afim de orientá-los quanto ao seu posicionamento na área de abrangência das calçadas. Para o presidente da Associação das Pessoas com Deficiência de Araguaína (ADA), Jefferson Cardoso Coutinho, o projeto é um divisor de águas para quem realmente precisa. “Nós cadeirantes, idosos e uma mãe que empurra um carrinho de bebê, vivemos a dificuldade de acessibilidade e sabemos o quanto é importante este projeto de padronização das calçadas para toda a população. Significa respeito a todos nós, moradores, por parte do poder público”, afirmou Coutinho, assegurando que somente em Araguaína há um total de 3.800 deficientes físicos que utilizam cadeira de rodas para se locomover.

Obras

O trecho do novo calçamento está entre as Ruas Vitória da Conquista e Rua 13 de Junho, cuja movimentação de pedestres é menor e as obras já foram concluídas. As equipes se concentram agora no trecho de calçamento entre as vias 13 de junho e Rua Tomás Batista.

Além de revitalizar as calçadas da cidade, moradores e empresários do comércio local devem manter e colaborar com a manutenção e conservação das novas calçadas da cidade. “Possibilitar que os todos cidadãos possam ir e vir com autonomia e, principalmente, segurança nas calçadas é um dos compromissos firmados com a população e também uma forma de cumprir a legislação relacionada a livre circulação de pessoas”, destacou o prefeito, Ronaldo Dimas.

(Foto: Wermeson Lopes)

Comments are closed.