FACIT participa da reunião de preparação da III Assembleia Nacional de Especialidades Odontológicas

FACIT participa da reunião de preparação da III Assembleia Nacional de Especialidades Odontológicas




O Conselho Regional de Odontologia promoveu ontem, 25, em Palmas, a Pré ANEO – Assembleia Nacional de Especialidades Odontológicas, cujo objetivo era deliberar sobre as especialidades atuais e futuras. A FACIT – Faculdade de Ciências do Tocantins participou da discussão, sendo representada pelo patologista e coordenador do curso de Odontologia, professor doutor Igor Iuco. Além da faculdade, estavam presentes representantes do SICIDETO – Sindicato dos Cirurgiões-Dentistas do Tocantins, ABRAO – Associação Brasileira de Odontologia Hospitalar – Seção Tocantins, CES – Conselho Estadual de Saúde, dentre outras instituições.

Durante o evento foi discutido sobre as especializações já existentes e de grande relevância na Odontologia, a exemplo da Odontogeriatria com sua formação de base pela graduação e seus caminhos para o pleno exercício profissional. Também foi debatido sobre as novas habilitações dentre elas a Odontologia Hospitalar que merece discussões detalhadas acerca dos critérios curriculares envolvidos para certificação dos profissionais. Segundo o professor doutor Igor Iuco, a reunião foi muito importante e vem de encontro com o que já está sendo refletido e aplicado na FACIT. “Vivemos um momento histórico, de transição profissional, que abre o campo de atuação para o nosso aluno, futuro egresso. A FACIT tem essa visão em longo prazo e optou por ser ativa nessa discussão”, revelou o professor.

O professor doutor Igor Iuco explicou que alguns estados no Brasil como São Paulo já contam com leis específicas garantindo a presença do cirurgião-dentista no âmbito hospitalar. Porém, falta o consenso nacional do Conselho Federal de Odontologia por deliberar pela criação de uma habilitação ou especialização, que até o momento é vista como uma área de atuação, no qual várias especialidades podem se congregar. “A FACIT é uma instituição de ensino superior de vanguarda pois conta em sua matriz curricular com o conteúdo da Odontologia Hospitalar, com intuito desde a graduação em fortificar a preparação do aluno para os novos desafios da profissão”, destacou o professor.

As propostas tocantinenses apresentadas na Pré ANEO são três, sendo elas: Odontologia Hospitalar como habilitação, com regulamentação do CFO; Acupuntura como habilitação, com regulamentação do CFO e Homeopatia, com regulamentação do CFO.

De acordo com o regimento da conferência foi eleito como delegado do Tocantins com direito a voto na ANEO, o Dr. Ricardo Camolesi, que é aluno da FACIT no curso de especialização em Cirurgia e Traumatologia Buco-Maxilo-Facial.

Comments are closed.