Bairro mais populoso de Araguaína recebe moderna pavimentação

Bairro mais populoso de Araguaína recebe moderna pavimentação

O Revestimento Duplo a Frio (RDF) será aplicado em 21 ruas do Bairro São João, uma média de 10 Km de extensão

 

Desde o início da gestão, a Prefeitura iniciou a reconstrução das ruas de Araguaína, um dos maiores anseios da população araguainense. Já foram reconstruídos mais de 70 km de vias, distância maior que a entre Araguaína e Babaçulândia. Agora é a vez do Bairro São João. Ao todo, serão 21 ruas (10 km) com aplicação do Revestimento Duplo a Frio (RDF), uma moderna tecnologia de pavimentação asfáltica.

Ao ver as obras chegando na porta de casa, a população da cidade já comemora a realização da tão sonhada reconstrução da cidade. “Moro há 15 anos no Bairro São João e quero acompanhar de pertinho os trabalhos. Isso vai favorecer muito pra nós, moradores. ‘Tô’ achando bom e bonito”, comenta sorridente o aposentado Gilmar Moreira. Ele também adiantou que vai ajudar a conscientizar e inibir o tráfego de carros e motos durante a aplicação do novo asfalto. “Se posso ajudar, não vou ficar só olhando. Esse serviço está sendo feito pra todos nós”, ressaltou.

De rápida aplicação, o RDF proporciona maior segurança e conforto aos usuários por ser antiderrapante, resistente ao trincamento, impermeável e a liberação ao tráfego é feita após, aproximadamente, quatro horas. E esse tempo de espera tem de ser respeitado.

Etapas

O Bairro São João será contemplado com dois contratos diferentes. “Entre a Avenida Primeiro de Janeiro, Av. Filadélfia e Av. Getúlio Vargas será aplicado o RDF. Já entre a Av. Primeiro de Janeiro, a Alfredo Nasser e Av. Castelo Branco será o CBUQ”, explica o prefeito Ronaldo Dimas. As vias que receberão o asfalto no primeiro contrato serão: Avenida Prefeito João de Sousa Lima, Rua 1, Rua 2, Rua 31 de Março, Rua 4, Rua 6, Rua 15 de Março, Rua 8, Rua Voluntários da Pátria, Rua Muricizal, Rua 15, Rua Nemésio, Rua José Elias Rosa, Rua João L. Sousa, Rua 8A, Rua 14 de Janeiro, Rua 7, Rua Coronel Fleury, Rua Princesa Isabel e Rua Bela Vista.

Conscientização

Durante a execução dos trabalhos, algumas irregularidades têm atrapalhado a aplicação do RDF nas vias. “Durante a execução do RDF não pode haver tráfego de motos ou carros. O serviço será feito em duas camadas e precisa de no mínimo 4 horas de espera para que seja liberado”, ressalta o secretário da Infraestrutura, Simão Moura Fé.

É preciso que os motoristas respeitem e contribuam para que seja feito serviço de qualidade. A compreensão dos moradores em relação à retirada de rampas irregulares e despejo de água servida também foi evidenciada pelo secretário. “A nossa cidade merece o melhor, com essas atitudes, o trabalho fica comprometido”, aponta o secretário.

(Foto: Leila Mel/Ascom)

Comments are closed.