Araguaína tem grande potencial na área da aquicultura

Araguaína tem grande potencial na área da aquicultura




Durante Dia de Campo, superintendente federal da Aquicultura no Tocantins destacou potencial da região para o pescado

 

O município de Araguaína tem um grande potencial na área da aquicultura devido a sua localização, estar entre os principais rios da região e também para o escoamento de sua produção. Pensando nisso, a Prefeitura, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, em parceria com a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), promoveu nos dias 5 a 7 uma capacitação na área, voltada para técnicos e produtores. O curso foi encerrado no dia 7, com a realização de um Dia de Campo, na Chácara Riacho Fundo.

O produtor David Lucena Barros, que há três anos produz alevinos e também peixe para engorda da região de Araguaína, participou da capacitação. David comentou que ele tinha a prática, mas precisava da teoria para melhorar ainda mais o seu trabalho e aumentar a sua produção. “A gente tá melhorando o conhecimento pra gente melhorar que é pra crescer mais. Uma área que tá crescendo muito e que o povo tem muita dúvida”, comentou.

O engenheiro agrônomo que trabalha na Prefeitura de Palmas, Roberto Cunha Carvalho, também participou do curso. “A piscicultura é uma atividade praticamente nova, e nós precisamos de um respaldo, do tipo da Embrapa, para nos capacitar”, destacou.

O secretário municipal de Agricultura de Arraias, Moizaniel Barreto Santana, veio buscar mais conhecimento na aquicultura e falou da importância deste tipo de iniciativa que visa promover o desenvolvimento econômico dos municípios e também do Estado. “A gente hoje já pode chegar na propriedade, fundamentado para poder montar até mesmo projeto simples para que esse produtor possa iniciar essas atividades”, explicou Santana.

Aquicultura no Tocantins

“O Tocantins é um dos Estados que tem o maior potencial para criar peixes, como em viveiro escavado como em tanques redes”, esta foi a afirmação do superintendente federal da Pesca e da Aquicultura no Tocantins, Amilton Rodrigues de Araújo, que acompanhou o encerramento da capacitação.

Segundo o superintendente, a Política do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, é incentivar a produção do pescado, com parque aquícolas e criação de peixes. Ainda de acordo com Araújo, a intenção é de dobrar a produção de peixes no Tocantins. “A média hoje é de 10 mil toneladas. É uma produção ainda pequena, mas temos potencial para passar de 80 mil toneladas”, informou.

Em relação a Araguaína, o superintendente afirmou que a região do Município tem um grande potencial na área da aquicultura. “Nós acreditamos nisso e hoje está fazendo esse curso, realizando essa capacitação, para atender essa região, porque no futuro essa região será uma grande produtora de pescado”, destacou. Finalizou afirmando que a região de Araguaína é a que mais consome pescado no Tocantins.

Curso

Participaram da capacitação técnicos de 25 municípios, entre eles Palmas, Arraias, Cariri, Gurupi, Paraíso, Araguatins, Araguaína, entre outros. Durante o curso, os participantes tiveram a oportunidade de aprender todo o sistema de cultivo de peixe, desde a construção de viveiro, até noções de abate, como se alimenta, como constrói.

O secretário de Desenvolvimento Econômico de Araguaína, Josué Luz, informou que o Município está buscando mais cursos, em parceria com a Embrapa, para dar continuidade a essas qualificações, tanto para os profissionais da área como para os produtores.

(Foto: Leila Mel/Ascom)

Comments are closed.