Saúde de Araguaína promove Semana de Combate à Hanseníase

Saúde de Araguaína promove Semana de Combate à Hanseníase




Ações serão realizadas nas UBS até o dia 30 de janeiro, com o objetivo de conscientizar a população sobre o diagnóstico precoce para a doença

A Prefeitura de Araguaína, por meio da Secretaria da Saúde, promove até o dia 30 de janeiro, a Semana de Mobilização de Combate à Hanseníase. A semana é a continuidade das ações da Vigilância em Saúde, dentro do Programa Municipal da Hanseníase, que tem como objetivo conscientizar e sensibilizar a população sobre a importância do diagnóstico precoce, os principais sinais e sintomas, tratamento e a cura.

Durante a semana, os profissionais da saúde estarão orientando as pessoas nas unidades básicas de saúde sobre a doença.

Ações

Nesta sexta-feira, dia 23, as ações serão na UBS do setor Araguaína Sul. Na próxima segunda-feira, 26, as ações estarão concentradas nas UBS Albeny Soares de Paula, localizada na Avenida C, Setor Couto, e UBS Couto Magalhães (antiga Policlínica). As atividades serão realizadas simultaneamente nessas duas unidades, durante todo o dia.

No dia 27, próxima terça-feira, será nas UBS dos setores Novo Horizonte, Ponte e Bairro de Fátima. Na quarta, dia 28, será na UBS Palmeiras do Norte, setor São Miguel. No dia seguinte, quinta-feira, 29, as atividades serão em duas UBS, nos setores JK e Nova Araguaína.

Finalizando as ações, no dia 30 de janeiro, os profissionais da saúde estarão orientando a comunidade em outras duas unidades básicas de saúde, na UBS Senador Benedito Vicente Ferreira, localizada no Setor José Ferreira; e na UBS José Ronaldo Pereira da Costa, no setor Dom Orione.

Hanseníase

A hanseníase é uma doença crônica, infectocontagiosa, transmitida de pessoa doente não tratada para outra pessoa sadia. A doença pode causar incapacidades físicas se o diagnóstico for tardio ou o tratamento não for realizado adequadamente. Sintomas: manchas, de qualquer cor, em qualquer parte do corpo, principalmente se apresentar diminuição de sensibilidade.

Nos últimos dez anos, a taxa de prevalência de hanseníase caiu 68% e a taxa de cura aumentou 21,2%. A queda é resultado das ações voltadas para a eliminação da doença, intensificada nos últimos anos.

Em 2013, o Brasil registrou 31.044 casos novos da doença com incidência de 15,44/100 mil habitantes na população em geral. Em 2014, dados preliminares apontam taxa de detecção geral de 12,14/100 mil habitantes – 24.612 casos novos da doença no país. Em Araguaína, no ano de 2013, apresentou 121 casos novos; no ano seguinte, 160 casos, desses 15 são menores de quinze anos.

Programação

23/01 – Sexta-feira: UBS Araguaína Sul

26/01 – Segunda-feira: UBS Albeny Soares e UBS Couto Magalhães (antiga Policlínica)

27/01 – Terça-feira: UBS Novo Horizonte, Ponte e Bairro de Fátima

28/01 – Quarta-feira: UBS Palmeiras do Norte, setor São Miguel

29/01 – Quinta-feira: UBS JK e Nova Araguaína

30/01 – Sexta-feira: UBS Senador Benedito e José Ronaldo

(Joselita Matos/Foto: Marcos Filho)

Fazer um comentario