Acontece neste sábado o Dia D+1 de Combate à Dengue e Chikungunya

Acontece neste sábado o Dia D+1 de Combate à Dengue e Chikungunya

Evento mobilizará um dos bairros mais afetados pela dengue na cidade, Araguaína Sul


Neste sábado, 7, a partir das 8h, a Escola Municipal Simão Lutz, no Bairro Araguaína Sul, receberá as mobilizações do Dia D+1 de Combate à Dengue e Chikungunya. As ações fazem parque do Programa Municipal Araguaína Contra a Dengue e contarão com palestras educacionais, teatro de fantoches, oficinas pedagógicas, distribuição de material informativo, demonstração do ciclo e cenário de risco à proliferação do vetor e atendimento de saúde.

Entre as ações ainda estão mutirão de eliminação de focos e orientação à comunidade dos setores Araguaína Sul e São João. Aproximadamente 60 agentes de combate às endemias estarão desenvolvendo atividade de controle das doenças com repasses de informação à comunidade.

O Setor Araguaína Sul é um dos bairros que mais registrou casos de dengue na cidade e onde o risco da dengue é maior. A intenção é que participem alunos, pais e a comunidade em geral.

Também serão realizadas blitzen educativas nos hospitais, na Unidade de Pronto-Atendimento (UPA), Mercado Municipal e Rodoviária.

Evolução
Os casos confirmados de dengue diminuíram cerca de 2%. De 494 casos em 2013 para 485 no ano passado. No entanto, em 2013 foram registradas duas mortes por causa da doença e, no ano passado, não foi registrada nenhuma. Entre as ações que contribuíram para esta redução está a ampliação da área de cobertura de imóveis.

“Em 2014, Araguaína teve apenas casos normais de dengue, não foram registrados casos de dengue com sinais de alarme nem dengue grave”, revelou a diretora do CCZ, Monalisa Sousa.

Não há casos confirmados da febre chikungunya em Araguaína.

(Thatiane Cunha)

Fazer um comentario