Ação conscientiza moradores no combate à dengue e chikungunya

Ação conscientiza moradores no combate à dengue e chikungunya




Mobilização foi realizada no último sábado, dia 7, em vários pontos da cidade

Um dia voltado para a conscientização e sensibilização no combate à dengue e chikungunya, no Setor Araguaína Sul e também em vários outros pontos de Araguaína, como Mercado Municipal e Rodoviária. O Dia D+1 foi realizado no último sábado, dia 7, promovido pela Prefeitura de Araguaína, dentro do Programa Municipal Araguaína Contra a Dengue.

A aposentada Maria do Socorro Moura acompanhou a ação na Escola Municipal Simão Lutz, no Araguaína Sul, onde a sua neta Eva Araújo Moura, de 7 anos, estuda. Dona Maria mora no setor desde 1986 e acha muito importante esse tipo de movimento para o combate dessas doenças. “Ajuda as pessoas a saber que não pode deixar entulho no quintal, nem água parada, porque é onde os bichinhos ficam. Eu limpo o quintal direitinho, deixo tudo limpinho”, citou.

Outra moradora do bairro que também se preocupa com o combate da dengue e da chikungunya é a dona Lucinda Lúcia Alves dos Santos. Ela aproveitou a visita dos agentes de combate à endemia e pediu orientações de como tampar um vasilhame onde coloca água na sua casa. “A gente tem que fazer a nossa parte, né?”, destacou dona Lucinda.

Foram realizadas palestras educacionais, teatro de fantoches, oficinas pedagógicas, distribuição de material informativo, demonstração do ciclo e cenário de risco à proliferação do vetor e atendimento de saúde. No sábado também foi realizado um mutirão de eliminação de focos e orientação à comunidade dos setores Araguaína Sul e São João, com a visita de 60 agentes de combate às endemias nas residências e estabelecimentos comerciais no controle das doenças com repasses de informação à comunidade.

Blitzen educativas nos hospitais, na Unidade de Pronto-Atendimento (UPA), Mercado Municipal, Rodoviária e no Setor Jardim dos Ipês também fizeram parte da programação.

Prevenção e combate o ano inteiro

A médica veterinária Mariana Parente, responsável pela Vigilância de Casos de Dengue e Chikungunya falou da necessidade da população ajudar no combate e prevenção para diminuir os riscos dessas duas doenças. “As ações de combate são realizadas o ano inteiro, mas como a gente está em um período de chuva, é importante focar nesse assunto justamente por isso. Mas realizamos o ano inteiro essas ações”, explicou a veterinária.

(Joselita Matos/Foto: Marcos Filho)

Fazer um comentario