Primeira-dama Nil Dimas assume presidência da Funamc

Primeira-dama Nil Dimas assume presidência da Funamc




Fundação presta ação social comunitária, de saúde e educação para pessoas de baixa renda em Araguaína

A primeira-dama de Araguaína, Nil Dimas, assumiu na última sexta-feira, dia 6, a presidência da Fundação de Atividade Municipal Comunitária (Funamc), no lugar de Cleidimar Melo. A sua nomeação foi publicada no Diário Oficial do Município do dia 5. De acordo com parágrafo 4º, do art. 11 da Lei Complementar, a presidente da Funamc não recebe qualquer tipo de salário.

À frente da Funamc, Nil afirma que vai ampliar ações que possam promover a reinserção de pessoas no mercado de trabalho, bem como garantir serviços de saúde e apoio à saúde para a comunidade carente do município. “Assumir a presidência da Funamc é assumir uma coisa que já faço”, disse a primeira-dama.

Desde 2003, Nil promove e acompanha ações sociais na cidade, fazendo visitas em bairros periféricos. Também leva cursos de qualificação para as pessoas que estão desempregadas, por meio de parcerias com outras entidades como Senai, SESI e Ccaba. “Ajudo também na reforma de casas para aquelas pessoas que não têm condições, levando material e fazendo mutirão nos fins de semana”, comentou.

Como primeira-dama, dona Nil assumiu o compromisso de trabalhar para ajudar os dependentes químicos, apoiando a Comunidade Vida Nova em Araguaína. E também ajuda na retirada dos moradores em situação de rua, prestando a assistência necessária a eles e inserindo-os no mercado de trabalho.

A Funamc é uma fundação que tem como objetivo desenvolver e executar ações e serviços sociais e de ação comunitária, de saúde e apoio à saúde, de educação para pessoas de baixa renda na cidade. Em 2014, a fundação realizou ações sociais junto a um total de 4.157 famílias carentes.

Superintendência

A partir de então, Cleidimar Melo assume a Superintendência Geral da Funamc. Ela vai trabalhar juntamente com Nil desenvolvendo projetos e programas para as pessoas carentes de Araguaína.

(Joselita Matos/Foto: Marcos Filho)

Fazer um comentario