Carnabalada 2015 aquece economia de Araguaína

Carnabalada 2015 aquece economia de Araguaína




O evento gera emprego e renda, movimentando o comércio local

O período do Carnaval é sinônimo de festa, diversão e descanso para muita gente. Mas para um outro grupo o carnaval tem outro significado. Comerciantes e vendedores ambulantes de Araguaína aproveitam a maior festa popular do país para trabalhar e ganhar dinheiro. E não falta criatividade para aqueles que nesse período querem ganhar um “extra”. Nesse ano, a expectativa é boa e a movimentação para o carnaval deve gerar bons resultados e movimentar a economia da cidade.

Vendedores ambulantes e barraqueiros já estão a postos para trabalhar e já começaram a se mobilizar na montagem das tendas. O circuito da folia, montado na Avenida Filadélfia, contará com cerca de 40 bares e lanchonetes, além de vendedores ambulantes, que atuam dentro da estrutura montada pela Prefeitura e próximo ao circuito da folia.

Na avenida, o folião terá vários serviços disponíveis: bebidas, churrasquinho, cachorro-quente, sanduíches, crepes. A criatividade melhora o desempenho da economia. O barraqueiro Aroldo Félix Aires é um dos barraqueiros pioneiros em vendas de bebidas no carnaval de Araguaína. Há 10 anos na profissão, ele garante que o lucro é considerável e chega a ser de 30% por noite. Aires elogiou a estrutura e a programação e faz votos para que não chova.

“Espero que o carnaval seja uma boa folia, que todo mundo se divirta e que nós tenhamos bons lucros. Quando contabilizo tudo ao final do período carnavalesco, vejo que vale a pena”, disse ele, enquanto montava as barracas, para atender aos foliões.

Já o sr. Aroldo comercializa cerveja, refrigerante, bebidas quentes e água de coco. “Para se ter uma noção, por noite, em minhas duas tendas montadas na Avenida Filadélfia, chego a vender até 80 caixas de cerveja”, contou, assegurando que o folião será bem assistido em Araguaína. 

Lanche

Genival Oliveira também vê no Carnabalada uma oportunidade para fazer bons negócios. Em Araguaína há apenas um ano, o barraqueiro veio de Goiânia (GO) em busca de novos horizontes. Trabalhando no Carnaval pela primeira vez este ano, Genival vai comercializar crepes e cachorro- quente.

“Por ser uma cidade promissora, Araguaína é uma boa, aqui se vende tudo, do barato ao caro”, observou ele. O barraqueiro já montou a tenda e espera agora obter um bom lucro durante o evento. “Estou com uma expectativa boa. Faço cálculos de que minha margem de lucro será entre 30 e 70%”, disse.

Para o secretário da Cultura, Wilamas Ferreira, o Carnaval é um evento que impacta diretamente a economia local. “Com muito trabalho e bons resultados, na Quarta-Feira de Cinzas os pequenos comerciantes terão bons motivos para sorrir”, declarou o secretário.

(Weberson Dias/Foto: Leila Mel)

Fazer um comentario