Sindessto vai ao secretário de Administração para cobrar pagamentos atrasados

Sindessto vai ao secretário de Administração para cobrar pagamentos atrasados

O Sindicato dos Hospitais e Estabelecimentos de Saúde do Tocantins (Sindessto) se reuniu, na tarde desta sexta-feira, 13, com o secretário de Administração do Tocantins, Geferson Oliveira Barros Filho, para cobrar o pagamento dos serviços prestados ao Plansaúde, ainda em agosto de 2014. O Sindessto representa hospitais, clínicas e laboratórios de todo o Estado que estão oito meses sem receber.

A presidente do Sindessto, Maria Lúcia Machado de Castro, estima que a dívida do Governo do Estado com os prestadores chegue a R$ 32 milhões. Na reunião, o secretário se comprometeu a quitar os pagamentos das referências 9 e 10 até o dia 27 de fevereiro. “Estamos nos socorrendo em empréstimos para honrar nossos compromissos. Se o Governo do Estado não pagar até dia o próximo dia 27, vamos parar”, disse a presidente do Sindessto.

O Sindessto relembrou o Termo de Ajuste de Conduta (TAC) assinado pelo Governo do Estado com a Defensoria Pública, onde existe o compromisso do pagamento de todas as faturas hospitalares em até 45 dias após a entrega, caso contrário, os prestadores podem parar sem nenhuma penalidade.

“Após o pagamento das referências 9 e 10 até o dia 27 de fevereiro, vamos sentar com os prestadores para negociar os próximos atrasados. Vamos verificar se pagaremos duas faturas por mês ou uma e meia, até normalizar. Isso depende da arrecadação do Estado”, revelou o secretário de administração.

Fazer um comentario