Compra Direta atinge maior número de produtores cadastrados

Compra Direta atinge maior número de produtores cadastrados




Programa do Governo Federal, com execução da Prefeitura, beneficiou mais de 20 mil pessoas em 2014

O Programa Compra Direta atingiu a marca de 258 produtores cadastrados no início deste ano. Esse é o maior número de produtores inseridos no programa desde que foi implantado há 14 anos em Araguaína. Uma média de 18 toneladas de alimentos por semana é comprada diretamente desses produtores e distribuída para as 97 entidades cadastradas. A estimativa da Prefeitura de Araguaína é de que 20.317 pessoas foram beneficiadas em 2014 pelo programa.

O Compra Direta é uma modalidade do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), coordenado pela Secretaria Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, sendo executado pela Prefeitura de Araguaína, por meio da Secretaria do Desenvolvimento Econômico.

De acordo com o secretário Josué Luz, a quantidade de produtores cadastrados atingiu esse número devido a várias mudanças que ocorreram nos últimos dois anos. “A principal mudança no programa para os produtores foi a credibilidade e segurança repassada para eles, tanto no momento da compra como também na forma de pagamento dos alimentos”, destacou.

Houve a informatização de todos os processos do programa; a prestação de contas ao Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome é feita semanalmente; os produtores recebem via cartão, o que diminuiu o tempo para pagamento – antes era de até 90 dias para receber do Município, hoje o prazo caiu para até 25 dias.

Os produtores tem apoio técnico e operacional para aumentar a sua produção e ter uma melhoria na qualidade dos alimentos ofertados. “Isso tudo beneficiou diretamente os produtores, tendo como consequência direta o aumento de 50% da produção deles”, explicou o secretário.

Produtores

Para os produtores, os benefícios gerados pelo Compra Direta também gerou outras melhorias. O agricultor Alex Vasconcelos Sodré, que tem a plantação de banana e mamão no município de Aragominas, está cadastrado no programa há três anos e mudou a sua forma de produção.

“Fico preocupado com a qualidade na produção do meu produto, a banana e o mamão. Tanto na hora do plantio, colheita até a entrega deles, penso sempre na qualidade. É o que planto que vai para a mesa do povo”, comentou Sodré. O agricultor produz 30 caixas por semana de banana, uma média de 600 kg.

Outra vantagem do programa destacada pelo agricultor Domingos Neto dos Santos, também do município de Aragominas, é que não há atravessador para os seus produtos. “A gente vende direto para o programa, o dinheiro já vem direto para a nossa conta. É 100% melhor pra gente, pois o lucro é maior pra nós”, afirmou Santos. O agricultor produz berinjela, milho e pimentão. Santos tem uma produção média por semana de 100 caixas de pimentão, cerca de quatro mil espigas de milho e 200 kg de berinjela.

Compra Direta

O Compra Direta é voltado para agricultura familiar, representando um grande benefício para os produtores rurais do Município, pois é a certeza da comercialização dos seus produtos a preços justos. Além disso, o programa contribui para a redução da desnutrição alimentar nas camadas mais carentes da população. Os produtos adquiridos no Compra Direta são doados para 97 instituições em Araguaína, entre entidades filantrópicas, como a Casa Tranoi e Casa do Idoso, escolas e creches municipais.

O programa abrange 10 cidades, além de Araguaína. O local de entrega dos produtos é o Centro de Recebimento e Distribuição, localizado no Setor Cimba, em frente ao Centro de Atividades do Trabalhador (CAT). Mais informações podem ser obtidas através do telefone (63) 3414-7457.

(Joselita Matos/Foto: Leila Mel)

Fazer um comentario