Governo autoriza pagamento de despesas atrasadas aos policiais militares

Governo autoriza pagamento de despesas atrasadas aos policiais militares




Em reunião realizada na manhã desta quinta-feira, 19, entre o comandante-geral da Polícia Militar,  coronel Glauber de Oliveira Santos, e o secretário da Fazenda, Paulo Afonso Teixeira, foi definido que o Governo do Estado fará o repasse de verbas para o pagamento de parte das despesas atrasadas junto à corporação. As dívidas, ainda da gestão passada, se referem à indenização, auxílio-natalidade, auxílio-funeral, diárias e ajuda de custo.

A atual gestão também efetuará todos os pagamentos do mês de janeiro. Todas as dívidas serão pagas por meio de cota especial concedida pelo Governo e, à medida em que a situação do Estado melhore, no que se refere às receitas, as demais também serão pagas. O comandante geral, já no início de seu comando, reuniu todos os dados referentes às despesas atrasadas e encaminhou ao Executivo.

O Governo, ao tomar conhecimento da situação, solicitou ao secretário da Fazenda o estudo e autorizou o pagamento das despesas.

Só em diárias, o governo anterior deixou como dívida a quantia de R$ 459.228,71. De auxílio-natalidade, desde maio de 2014, R$ 421.035,25 deixaram de ser pagos. As dívidas serão quitadas assim que os trâmites administrativos forem finalizados.

O pagamento das dívidas deixadas pela gestão anterior demonstra que o Governo tem trabalhado incansavelmente para regularizar as pendências financeiras e reafirmar o seu compromisso junto aos policiais militares, de forma responsável e consciente da importância desses profissionais para o Estado.

(PMTO)

Fazer um comentario