Cachoeira Véu de Noiva impulsiona o ecoturismo em Araguaína

Cachoeira Véu de Noiva impulsiona o ecoturismo em Araguaína




O local, que impressiona pelo verde e quedas d’água, coloca o município na rota do turismo

 

Araguaína, segunda maior cidade do Estado, é uma das principais cidades do Tocantins que apresentam grande potencial para a exploração do ecoturismo, um dos segmentos que mais crescem no Brasil, de acordo a Organização Mundial do Turismo (OMT). Nesse ponto, o município de Araguaína é privilegiado por conta de suas belezas naturais, com fauna, flora e, principalmente, água abundante que ajuda a formar belas paisagens.

cachoeira veu de noiva Credito Leila Mel-Ascom (R75C)2 cachoeira veu de noiva Credito Leila Mel-Ascom (R78A)2 cachoeira veu de noiva Credito Leila Mel-Ascom (R78B)2

cachoeira veu de noiva Credito Leila Mel-Ascom (R78D)2 cachoeira veu de noiva Credito Leila Mel-Ascom (R78E)2 cachoeira veu de noiva Credito Leila Mel-Ascom (R78F)2

Um bom exemplo de que o município apresenta capacidade para a exploração constante do ecoturismo é o potencial hídrico do município, formado principalmente por rios, cachoeiras, córregos e ribeirões aos arredores da cidade, proporcionando diversos pontos de lazer através de clubes e chácaras que oferecem banho e diversão à população local e turistas.

A 30 km do centro da cidade está a Cachoeira Véu de Noivas, um dos principais pontos turísticos do município que chega a receber, em média, 250 pessoas nos finais de semana mais movimentados, como feriados. Mas, segundo o proprietário da Cachoeira, Raimundo Nonato Maia, o local já chegou a receber até 1.200 visitantes em apenas uma semana.

As fortes quedas d’água chegam a lembrar algumas das mais importantes cachoeiras do País. O local é ideal para quem quer ter contato direto com a natureza ou passear com  toda a família ou simplesmente passar um dia de descanso. O público que frequenta o local vem do Tocantins e também dos Estados do Maranhão, Pará e de outros países, como argentinos, chilenos, norte-americanos, europeus e africanos.

Na região da cachoeira, onde o verde impressiona pela exuberância em toda a sua extensão, também é possível outros atrativos além de banhos, como passeio ecoturístico pelo meio da mata, conhecendo uma grande variedade de árvores centenárias como o pau brasil, ipês, jatobá, copaíba, palmeiras nativas, além de animais silvestres, como macaco de diversas espécies, gato do mato, caititu, cotia, paca, pássaros, dentre outros animais.

As águas que formam a Cachoeira Véu de Noivas nascem numa serra de Aragominas, depois avança mata a dentro formando o Rio Três  Pacas, que deságua  em outros rios importantes  como o Percata, Gurgueia, Lontra, um dos principais afluentes do Araguaia. A área total em que a cachoeira está localizada é de 3 alqueires. 80% dessa área são de mata virgem.

Como chegar
O acesso ao local é fácil e é feito pela TO-222 até o povoado Barra da Grota, seguindo pela TO-419, rodovia que liga Araguaína a Aragominas. O tempo de viagem dura em média 30 minutos do centro da cidade. A partir da Barra da Grota, a estrada ainda não é pavimentada, mas está em boas condições de trafegabilidade.

Serviços oferecidos
O local oferece, além dos banhos nas quedas d’água da cachoeira,  sete piscinas naturais para adultos e crianças,  dois refeitórios amplos, sete apartamentos equipados com ar-condicionado, chalés, espaço para  armar barracas  e redes, campinho de futebol, além de um cardápio amplo e variado, como a tradicional galinha caipira, feita em fogão a lenha.

(Alberto Rocha/Fotos: Leila Mel)

Fazer um comentario