Grupo Tempervidros se instala em Araguaína

Grupo Tempervidros se instala em Araguaína




A chegada da indústria gera novos empregos e aquece a economia regional

 

O grupo Tempervidros, maior empresa de beneficiamento de vidros do Centro-Oeste, inaugura sua primeira unidade fabril no Distrito Agroindustrial de Araguaína (Daiara), no próximo dia 10 de abril. Participam do evento o prefeito Ronaldo Dimas, o presidente do grupo Tempervidros, Nilton Leão, além de dezenas de clientes que são proprietários de vidraçaria na região. A fábrica já está em funcionamento no Distrito desde o final do ano passado e, a partir de agora, começa oficialmente a comercialização.

O gerente da unidade em Araguaína, Elair Marques Sander, comenta o porquê da escolha da cidade. “Conhecemos o potencial da região e acreditamos em Araguaína, porta de entrada para o Norte do Brasil, bem como uma área de prospecção de clientes para bons negócios”, adiantou Sander. Ele ainda acrescenta que pretende fortalecer e contribuir com a região a partir da geração de mais empregos, proporcionando aos clientes novas tecnologias e produtos, através da revenda de alumínio e ferragens.

Sander lembra ainda que o apoio da Prefeitura foi essencial para a vinda da unidade. “O apoio logístico do prefeito Ronaldo Dimas foi primordial para que pudéssemos fazer a aquisição da unidade no Daiara e nos instalássemos, fazendo as adequações necessárias no esqueleto da fábrica”, disse.

Com a iminente inauguração, Dimas reforça o compromisso em melhorar o desenvolvimento econômico da cidade.  “Um dos nossos objetivos é continuar revitalizando o Daiara, captar novas indústrias e gerar mais empregos para nosso povo. A iniciativa da Tempervidros significa que o grupo está acreditando na região e vamos auxiliá-los no que for necessário”, finalizou o prefeito, acrescentando que além dessa, outras grandes empresas estão acreditando no desenvolvimento da cidade.

Mais emprego e renda

A fábrica da Tempervidros possui uma carteira de 70 clientes vidraceiros da região, localizados na intersecção do Tocantins, Pará e Maranhão, em um raio de abrangência de 300 km. Os produtos comercializados no atacado são vidros temperados e comuns. “Atualmente, temos aqui capacidade para produzir até 18 mil metros quadrados, por mês de vidros. Hoje, produzimos cerca de 8 mil e com grande perspectiva para produzir mais”, assegurou Sander.

Contabiliza um total de 35 funcionários distribuídos em escritório, almoxarifado, área de produção. O gerente ressalta que 95% das vagas ofertadas pelo grupo foram reservadas e ocupadas por trabalhadores de Araguaína, como forma de incentivar, valorizar e capacitar a mão de obra local.  “Nossa expectativa é que este número aumente até o final do ano para 50 funcionários, quando devemos ampliar a produção com a chegada do vidro laminado, utilizado como elemento de estruturas como sacadas, escadas, fachadas e áreas externas”, explicou o gerente da fábrica.

Também preocupada com a preservação do meio ambiente, a diretoria da Tempervidros está recebendo sucatas de vidro e enviando para reciclagem em São Paulo para posterior reutilização. A unidade de Araguaína conta também com uma Estação de Tratamento de Efluentes, para tratar e reutilizar os resíduos da água, usada durante o processo de polimento.

(Weberson Dias/Foto: Leila Mel)

Fazer um comentario