Comerciantes e assentados de Araguaína recebem qualificação e melhorias

Comerciantes e assentados de Araguaína recebem qualificação e melhorias




As ações visam o fortalecimento da cadeia produtiva, a legalização dos negócios e a adoção de novas práticas no manuseio dos produtos

 

Com o objetivo de reforçar a cadeia produtiva da região, a Prefeitura de Araguaína mobilizou 15 açougueiros do Mercado Municipal que comercializam produtos de origem animal e 12 presidentes dos Projetos de Assentamento (PAs) do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) e comunidades rurais do Município. As reuniões aconteceram no auditório da Prefeitura, no Centro, nos últimos dias 19 e 23 de março. Os eventos contaram com a participação da primeira-dama e presidente da Fundação de Atividade Municipal Comunitária (Funamc), Nil Dimas, juntamente com os secretários do desenvolvimento Econômico, Joaquim Quinta, e da Saúde, Jean Coutinho.

Mercado Municipal

Durante a reunião, os 15 açougueiros do Mercado Municipal que comercializam carne de porco, bois, ovos e pescados foram convidados a participar do curso de microempreendedor individual (MEI) e da oficina de boas práticas. O objetivo da reunião, que conta com a parceria do Sebrae, foi incentivar os comerciantes a formalizarem suas atividades e adotarem boas práticas durante o manuseio dos produtos.

O açougueiro Carlos Alves trabalha há mais de 15 anos no Mercado Municipal e já entendeu que precisa adotar novas práticas para melhorar a apresentação do produto ao cliente. “Com mais conhecimento de nossa parte, o cliente terá certeza que está levando pra casa um produto bom e teremos a certeza que ele vai voltar para comprar novamente”, disse ele.

Durante o evento, foi apresentado o cronograma das próximas reuniões. Na próxima quarta-feira, dia 1º de abril, acontece o curso de capacitação de microempreendedor individual (MEI), às 09h, no auditório da Prefeitura. No próximo dia 8 de Abril, será realizada a oficina de boas práticas, no mesmo horário e local, com a participação da Vigilância Sanitária Municipal. Após as capacitações, serão realizadas as vistorias para verificar se todos se adequaram às exigências da legislação sanitária.

“Queremos que nossas feiras sejam padronizadas e devidamente adequadas sanitariamente, tornando-as um modelo para as demais feiras”, disse o secretário da Saúde, Jean Coutinho.

A medida visa trazer benefícios aos comerciantes e à população da cidade. É o que diz o secretário Joaquim Quinta Neto. “Os comerciantes terão menos problemas na fiscalização agregando valor econômico ao produto. O consumidor terá oportunidade de obter produtos com origem inspecionada e ter mais segurança”, destacou o secretário.

Para a primeira-dama e presidente da Funamc, Nil Dimas, setorizar os produtos no Mercado Municipal pode auxiliar no trabalho dos comerciantes. “Esperamos contribuir com a saúde pública a partir do selo de especificações, cursos de higienização, padronização das feiras e criação de uma associação. Quem ganha com tudo isso é a sociedade que vai comprar um produto de qualidade”, finalizou.

Assentamentos

A pedido do prefeito Ronaldo Dimas, no último dia 19 de março, o secretário Joaquim Quinta Neto, se reuniu com um total de 12 presidentes dos Projetos de Assentamento (PAs) do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) e comunidades rurais do Município para ouvir as demandas e problemas vivenciados pelos pequenos agricultores e discutir as melhorias na zona rural. 

Reuniao comerciantes Credito Weberson Dias-Ascom (R148A)2

Estamos lá no campo e, às vezes, pouco ouvidos. Quando somos chamados, é importante que participemos e expressemos nossas reivindicações para que elas sejam atendidas. A Prefeitura tem se preocupado conosco e esperamos que viabilize melhores condições de trabalho para todas as comunidades rurais”, afirmou o presidente da Associação dos Pequenos Produtores do Núcleo de Produtores Agrícolas (NPA I), Henrique Teixeira.

Será realizado ‘in loco’ um levantamento das principais necessidades de cada comunidade, para, posteriormente, implementar as melhorias. “Nosso objetivo é melhorar o escoamento da produção dos assentados, desenrolar os gargalos, além de viabilizar o desenvolvimento econômico e o tráfego dos alunos até à escola”, destacou o secretário Joaquim Quinta Neto, ressaltando que está à disposição dos produtores para atendê-los.

Participaram da reunião, líderes dos povoados Água Amarela, Nova Horizonte e Núcleo de Produtores Agrícolas (NPA I), bem como os PAs Alegre, Araguaminas, Chaparral, Coruja, Manoel Alves, Paraíso, Rio Preto, Sucupira e Coração do Araguaia.

(Weberson Dias)

Fazer um comentario