Em audiência pública, Eduardo Siqueira aponta concessão de benefícios e aumento de repasses como causas da atual situação do Estado

Em audiência pública, Eduardo Siqueira aponta concessão de benefícios e aumento de repasses como causas da atual situação do Estado

O deputado Eduardo Siqueira Campos (PTB) participou na tarde desta terça-feira, 31, de audiência pública realizada pela Assembleia Legislativa para discutir a situação financeira e orçamentária do Estado.

Em sua fala, o deputado Eduardo Siqueira Campos apresentou números oficiais sobre a evolução dos custos com folha de pagamento. Eduardo Siqueira apontou que as dificuldades financeiras tiveram início a partir das concessões de benefícios a diversas categorias de servidores a partir de 2004, inclusive com leis que transformaram cargos de nível médio para nível superior, além da implementação de Plano de Carreiras, contendo progressões que impactaram nas contas do Estado, e tiveram um aumento expressivo entre os anos de 2007 a 2010.

Eduardo Siqueira apontou que, ao assumir o Governo pela quarta vez em 01/01/2011, o ex-governador Siqueira Campos encontrou uma folha de pagamento R$ 458 milhões maior do que em 31/12/2010, data do último dia do governo Carlos Gaguim. Eduardo ressaltou também o aumento em mais de R$ 400 milhões o repasse para outros Poderes e Instituições. “Encontramos o Governo com mais R$ 458 milhões a mais de folha e com outros R$ 400 milhões a menos de caixa em virtude do aumento dos repasses”, afirmou.

Eduardo Siqueira rechaçou afirmação do líder do Governo de que o Estado deixou de realizar projetos estruturantes. “Mesmo assumindo o Estado com mais de R$ 70 milhões de dívidas com o PASEP, nos reunimos com o Banco Mundial, retomamos o PDRIS, que já era dado como perdido, onde pudemos executar a recuperação de estradas e rodovias e também concluímos duas grandes pontes (Lajeado e Barra do Ouro), todos projetos estruturantes e importantes para o Estado”, citou.

Eduardo Siqueira reconheceu que o governador Marcelo Miranda é o que mais concedeu benefícios para os servidores, no entanto, ressaltou que os impactos financeiros sempre ficaram para seus sucessores administrarem. “É preciso reconhecer que o governador Marcelo Miranda é o que mais concedeu benefícios aos servidores, mas o tempo dirá se será foi o que mais cumpriu, pois retornou ao Governo e tem agora esta oportunidade”, afirmou.

O Parlamentar finalizou afirmando que este é o momento para que estas questões sejam dirimidas e o Estado siga o seu rumo de desenvolvimento.

(Élcio Mendes)



Fazer um comentario