Via Sacra deve reunir cerca de 10 mil pessoas em Araguaína

Via Sacra deve reunir cerca de 10 mil pessoas em Araguaína

Maior encenação teatral ao ar livre do Tocantins, o espetáculo está na 18ª edição

 

Os últimos detalhes na montagem do cenário e dos sete palcos serão finalizados até esta sexta-feira, dia 3, para a encenação da Paixão e Morte de Jesus Cristo em Araguaína. O espetáculo da Via Sacra é considerado a maior encenação teatral ao ar livre do Tocantins e deve reunir nesse ano cerca de 10 mil pessoas. A Via Sacra 2015 é promovida pela Prefeitura de Araguaína, por meio da Secretaria do Esporte, Cultura e Lazer.

A novidade para este ano é que a Via Sacra retorna para a Avenida Filadélfia, em frente à Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), na Sexta-Feira Santa, dia 3 de abril, a partir das 20 horas. O diretor da encenação, Pedro Lima, comentou que os últimos ensaios estão sendo realizados nesta semana. Na sexta-feira, dia 3, às 16 horas, está marcado o último ensaio com os atores, no próprio cenário onde será feita a apresentação.

A montagem da peça conta com o envolvimento de aproximadamente 300 pessoas, entre carpinteiros, pintores e decoradores para criação e pintura dos cenários com arte sacra, e para o elenco, grupos de teatro, grupos de jovens, servidores, produtores culturais, atores voluntários, bem como técnicos de som e equipe das secretarias municipais da Saúde e Infraestrutura.

Via Sacra
A Via Sacra de Araguaína foi idealizada e realizada pela primeira vez no município em 1997, pela comunidade do Setor Noroeste, na praça do bairro. Nos anos de 2001 e 2002 passou a ser realizada na Praça das Nações. A partir de 2003 passou a ser realizada na Avenida Filadélfia, em frente à Conab. Depois de 2014, passou a ser realizada no espaço entre o Jardim das Flores e a Vila Patrocínio. Este ano retorna para a Avenida Filadélfia. No local será montada uma cidade cenográfica composta por palcos, cenários, figurinos e uma estrutura de sonorização, iluminação, banheiros e tendas.

A peça está dividida em 12 atos, divididas em sete palcos. O público terá a oportunidade de reviver os últimos momentos de vida de Jesus Cristo na Terra, como a Santa Ceia, o julgamento de Cristo por Pôncio Pilatos, até a sua ressurreição.

Montagem
As equipes da Infraestrutura estão há cerca de uma semana no local para construção da cidade cenográfica. Mais de 200 caminhões de areia serão necessárias para a construção dos cenários, que contará com sete palcos, entre os quais estão o da crucificação de Cristo, a Via Dolorosa, o julgamento por Pilatos e a Santa Ceia.

A Infra está mobilizada para fazer a cobertura do morro onde houve a crucificação, construir o do sepulcro e o caminho por onde Cristo levou a cruz, conhecido como ‘Via Crucis’. Também irá construir os muros cenográficos e fará a montagem de cruz e pedras, que farão parte da encenação. Além de montagem da ambientação para o espetáculo, após o evento também, equipes da Prefeitura farão a desmontagem da cidade cenográfica.

“Estamos deixando tudo pronto para que o público novamente se emocione e acompanhe todos os passos por onde Jesus passou”, destacou o secretário do Esporte, Cultura e Lazer, Wilamas Ferreira.

(Joselita Matos e Weberson Dias/Foto: Leila Mel)



Fazer um comentario