Cerca de 80% dos casos registrados no Procon têm resultados positivos

Cerca de 80% dos casos registrados no Procon têm resultados positivos

Cerca de 80% dos casos registrados pela população junto ao Órgão de Proteção e Defesa do Consumidor no Estado (Procon Tocantins) alcançam resultados positivos no atendimento preliminar. Somente em 2015, foram contabilizados mais de 9,7 mil atendimentos pelo órgão em todo Estado.

Os 10 núcleos, distribuídos no Estado, também facilitam o atendimento à população. São eles: Palmas, Taquaralto, Araguatins, Araguaína, Colinas, Guaraí, Porto Nacional, Tocantinópolis, Dianópolis e Gurupi. Para melhorar o atendimento, todos esses núcleos também estão recebendo equipamentos entre computadores, ares-condicionados e cadeiras.

De acordo com o diretor do Procon, Nelito Cavalcante, a intenção do Governo do Estado é fazer uma boa administração para que os casos continuem obtendo êxito na primeira instância.

“O Governo está empenhado em fazer um bom atendimento, pois o órgão tem uma alta demanda. Logo que ligamos para a empresa ou no caso em que o representante vem até a sede, para fazer a conciliação, obtemos êxito. Apenas 20% dos casos ficam para a segunda instância”, disse.

As empresas campeãs de reclamação são as telefônicas. Em seguida, estão os bancos, companhias de energia e água, e o comércio, nos departamentos de venda de imóveis e eletrodomésticos.

Para Nelito, o consumidor está cada dia mais atento aos seus direitos. “As pessoas estão mais esclarecidas, atentas aos seus direitos. Nós também estamos procurando cada vez mais aperfeiçoar o atendimento”, afirmou.

Superintendência

O Procon do Tocantins deve ganhar mais mobilidade e autonomia. Conforme Nelito, a intenção é que a Diretoria seja transformada em Superintendência.

“O governador Marcelo Miranda já deu sinal positivo, e agora vamos formalizar o pedido à secretária de Defesa e Proteção Social, Gleide Braga. Com certeza o consumidor só tem a ganhar com essa mudança”, assegurou.

(Thaís Ramalho/Foto: Aldemar Ribeiro)



Fazer um comentario