Proposta sobre Progressões é desrespeitosa afirma SINPEF-TO

Proposta sobre Progressões é desrespeitosa afirma SINPEF-TO

A proposta de pagamento do retroativo das Progressões 2013, progressões 2014 e 2015 apresentada pelo Governo do Estado do Tocantins é desrespeitosa e mostra que mais um Governo coloca a Educação em segundo plano.

O Governo propôs pagar em 12 vezes as progressões dos anos de 2013 e 2014, 2013 refere-se ao retroativo, com a proposta o Governo desconstruiu tudo o que havia dito nas reuniões com o Sindicato, onde apresentou a possibilidade de pagar as progressões de forma diferenciada a Educação considerando os recursos próprios do Fundo de Desenvolvimento da Educação Básica – FUNDEB.

“o governo levou em banho Maria até onde deu, enganou a Educação depois de resolver a vida de muitas categorias apresentou o que restou pra nós, isso demonstra que esse governo também não dará prioridade a Educação, a comissão do Governo é de muito engodo, Marcelo Miranda que reveja isso” disse Luciano Lucas, Presidente do SINPEF-TO.

Quanto as proposta da Data Base não há nada de extraordinário, há tão somente o cumprimento da lei, pois, a Data Base é paga em maio mesmo com o efeito financeiro em junho.

A abertura do Processo de Progressões em 2015 é outro engodo, com isso o governo visa iniciar o processo em 2015 e pagar só em 2016.

Na próxima quinta-feira as entidades de Classe do Executivo se reúnem para discussão quanto a data base no que se refere ao índice da reposição salarial referente aos últimos 12 meses, e sobre a reformulação da Lei do Igeprev.

(Simpef – TO)



Fazer um comentario