Produtores de veículos estimulam vendas para consorciados contemplados

Produtores de veículos estimulam vendas para consorciados contemplados

A Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave) e a Associação Brasileira de Administradoras de Consórcios (Abac) anunciaram hoje (23), na capital paulista, uma ação conjunta para estimular as vendas de veículos. De 1º de maio a 15 de junho de 2015, as associadas participarão do Festival do Consorciado Contemplado, que oferecerá oportunidades exclusivas para que os consorciados contemplados utilizem o crédito disponível para adquirir o veículo.

De acordo com a proposta, cada fabricante oferecerá, de forma individual, condições atrativas ao público-alvo. Já confirmaram a participação 11 empresas: Audi, DAF, FCA, Honda, CAOA, Iveco, General Motors, MAN Latin America, Scania, Toyota, Volkswagen. Para conhecer as condições disponíveis, o consorciado contemplado deverá procurar a marca de sua preferência. Segundo dados do setor, os consorciados sorteados que não retiraram o veículo chegam a 240 mil em todo o país.

O presidente da Fenabrave, Alarico Assumpção Júnior, ressaltou que esta é uma oportunidade muito boa para o consorciado sorteado, principalmente, no momento em que a economia está estagnada e tanto as montadoras quanto as distribuidoras estão com os estoques acima do patamar normal. “O consorciado poderá avaliar e adquirir seu veículo com o crédito já aprovado. Essa foi uma maneira que achamos para fazer os estoques girarem.”

De acordo com o presidente executivo da Abac, Paulo Roberto Rossi, a oportunidade é excelente para esse tipo de consumidor que tem o mesmo poder de quem compra a vista. Ele destacou que a decisão de não retirar o bem quando há o sorteio é muito pessoal e depende de diversos fatores. “Esta é mais uma alternativa para evitar a queda das vendas dos automóveis. Como o consórcio surgiu na indústria automobilística e esse setor tem uma participação grande na queda das vendas. Esta é uma forma de ajudar a indústria neste momento e a expectativa é fazer novas ações para estimular, valorizar e beneficiar o consorciado”.

Para o presidente da Anfavea, Luiz Moan Yabiku Junior, o festival é uma das ações para reverter o quadro de queda das vendas. “No primeiro trimestre tivemos queda de 17% e prevemos encerrar o ano com redução de 13%. Nossas vendas médias nos próximos nove meses representarão um crescimento acentuado sobre o primeiro trimestre.”

Moan reforçou que o ponto fundamental para que a economia volte a girar e o setor comece a se recuperar é a aprovação das medidas de ajuste fiscal, o mais rápido possível para que se saiba qual é o cenário em que a indústria está trabalhando para então ter tranquilidade para investir e recuperar o consumidor.

(Agência Brasil/Foto: Elson Caldas)



Fazer um comentario