Projeto FACIT na Comunidade beneficia escola do Residencial Costa Esmeralda

Projeto FACIT na Comunidade beneficia escola do Residencial Costa Esmeralda

A excelência das ações da Faculdade de Ciências do Tocantins – FACIT vão além dos muros da instituição. Preocupada em contribuir para o bem estar de grupos sociais pouco atendidos pelos serviços fundamentais à qualidade de vida das pessoas, a faculdade lança o projeto “FACIT na Comunidade”, que terá sua primeira ação na Escola Municipal Luiz Gonzaga, no Residencial Costa Esmeralda, nesta sexta-feira, às 8h30.

Conforme explica a Doutora Ângela Maria Silva, diretora da FACIT, uma equipe multidisciplinar da instituição visitou diversas escolas da cidade para decidir onde implantar as ações. “Nós nos identificamos muito com a gestão da Luiz Gonzaga e também optamos por ela por causa da própria distância que esta comunidade está do centro da cidade”, informa a diretora.

As ações mais efetivas iniciarão no segundo semestre deste ano, mas, já neste primeiro momento, os alunos receberão informações importantes sobre saúde bucal e aplicação de flúor.

Dentista na Escola

Todos os projetos sociais da FACIT serão levados aos alunos da escola e também à comunidade do Residencial Costa Esmeralda. O primeiro deles será o “Dentista na Escola”.  “Por meio de um convênio firmado com o colégio, vamos montar duas cadeiras odontológicas permanentes no local e colocar um profissional à disposição todos os dias”, detalha Drª. Ângela.

Até o fim do primeiro semestre, acadêmicos e professores da FACIT farão um levantamento sobre os índices odontológicos dos alunos para planejar com mais eficiência as ações do segundo semestre. “Também vamos estender as ações até os pais, orientando que eles procurem nossa clínica odontológica, que atende famílias de baixa renda por um preço simbólico”, complementa a vice-diretora da faculdade, Drª. Carollyne Mota Thiago. A principal meta da FACIT é atingir o índice de cárie zero entre todos os alunos da escola dentro de quatro anos.

Sorrir e Cantar

Outro projeto de sucesso da FACIT é o coral “Sorrir e Cantar”, que começou os trabalhos com filhos de colaboradores da faculdade e que agora vai até a comunidade para oferecer uma atividade cultural e descobrir novos talentos. Segundo Drª. Ângela, já são 25 crianças tocando flauta e mais 50 no canto. “Inclusive a primeira apresentação delas será já na sexta-feira. Nossa meta é montar um coral com 200 vozes”.

Um detalhe importante do projeto “Sorrir e Cantar” é que todos os integrantes do coral não podem ter cáries, por isso a FACIT fez um tratamento prévio com os alunos da Escola Luiz Gonzaga.

Empreender

Muito além das ações em saúde, a FACIT também quer levar o espírito empreendedor aos gestores da escola e à comunidade do Costa Esmeralda. O projeto também inclui a criação de um Núcleo de Práticas Gerenciais, por parte do curso de Administração, para assessorar a escola nas tomadas de decisões, além de, no futuro, proporcionar pequenas capacitações, em parceria com o Sebrae, aos moradores interessados em empreender dentro da legalidade. “Vamos ainda criar uma Empresa Júnior para simular a realidade empresarial e preparar ainda mais nossos acadêmicos e a comunidade”, acrescenta a diretora da FACIT.

Já os acadêmicos e professores do curso de Análise e Desenvolvimento de Sistemas iniciarão um projeto de inclusão digital para repassar noções de informática aos alunos.



Fazer um comentario