Cerca de três toneladas de resíduo sólido e lixo foram retirados do Lago Azul

Cerca de três toneladas de resíduo sólido e lixo foram retirados do Lago Azul

Material foi retirado durante a segunda etapa do ‘Dia D’ de Limpeza do Lago Azul em Araguaína, realizada no último sábado, 16

Mais uma vez a sociedade e parceiros uniram-se em prol da preservação e conscientização ambiental do Lago Azul, em Araguaína. No último sábado, dia 16, foi realizada a segunda etapa do “Dia D” de Limpeza, uma ação coordenada pela Prefeitura e Associação Comercial e Industrial de Araguaína (Aciara), por meio da Comissão Permanente de Trabalho, formada por 20 entidades e órgãos ligados ao meio ambiente, bem como a comunidade em geral.

Durante a ação realizada no sábado, cerca de três toneladas de resíduo sólido e lixo foram retirados do Lago, enchendo três caçambas e um caminhão. Dentre os materiais mais retirados foram garrafas pets, pedaços de isopor e até capacete.

O secretário de Planejamento, Meio Ambiente, Ciência e Tecnologia, Bruno Rangel, destacou a série de ações que estão sendo realizadas voltadas para a preservação e educação ambiental. “Então, agora é hora de focar esse trabalho na limpeza, daqui a um tempo começa o roço dessa vegetação mais superficial”, comentou. “De tudo que você pensar já foi encontrado, da última vez a imagem mais emblemática que vocês viram foi a retirada de uma geladeira daqui; de tudo um pouco, mas o principal problema de hoje é aquele material descartável, por exemplo as garrafas pets”, disse sobre o material que foi retirado.

“A população tem que se conscientizar e a gente vai trabalhar em cima disso; o povo de Araguaína vai nos ajudar nessa missão. A limpeza será contínua; essa já é a segunda limpeza, segunda etapa do Dia D, tem outras já sendo planejadas, além da limpeza da vegetação, que desde outubro do ano passado começou e continua sendo feita”, completou o secretário, ressaltando a participação de todos na conservação do Lago.

O presidente da Aciara, Manoel de Assis, também acompanhou a ação e reforçou sobre a responsabilidade da entidade em participar de atividades como esta. “Responsabilidade e sustentabilidade da entidade é uma bandeira que a gente defende, porque a gente acha que uma sociedade mais participativa, mais inclusiva, os resultados são muitos maiores pra gente e todo mundo vai poder usufruir desse cartão postal da nossa cidade”, explicou.

Assis também falou sobre a participação do Ministério Público Estadual (MPE) nas ações. “Buscamos a participação do Ministério Público para referendar a seriedade das nossas ações, a promotora Ana Paula Catini veio aqui e nos parabenizou pela iniciativa, e ela vai se engajar diretamente nisso”, informou. “Em paralelo, nós temos ações de retenção de lixo que vem dos córregos que desembocam no lago, conscientização da população que todos tem que cuidar do nosso cartão postal”, finalizou o presidente da Aciara.

Voluntários

O administrador Carlos Almeida de Barros Júnior foi um dos voluntários em participar da limpeza do Lago. “Já é a segunda vez que participo. É uma causa nossa e uma responsabilidade que a gente tem de preservar; hoje é o maior patrimônio natural de Araguaína e que a gente esquece às vezes de dar o seu devido valor. É muito fácil a gente reclamar que não foi feito e a gente esquece de fazer a nossa parte. Então o que eu puder fazer para disseminar essa ideia, vou fazer”, afirmou.

Outro voluntário que também veio pela segunda vez ajudar na limpeza do Lago foi o estudante Marco Túlio Morais Barbosa, que mora próximo ao local há 17 anos. “Da outra vez tivemos êxito, retiramos uma grande quantidade de lixo, e isso ajudou bastante já na conservação do nosso Lago. Cada vez que tivermos uma reunião dessa vai ajudar na limpeza do nosso Lago”, declarou Marco Túlio.

(Joselita Matos/Foto: Leila Mel)



Fazer um comentario