Sindicância confirma prejuízos em aplicações feitas pelo Igeprev entre 2011 e 2014 e aponta responsáveis

Sindicância confirma prejuízos em aplicações feitas pelo Igeprev entre 2011 e 2014 e aponta responsáveis

O relatório final sobre os investimentos feitos pelo Instituto de Gestão Previdenciária do Tocantins (Igeprev) em fundos de investimentos foi entregue ao governador Marcelo Miranda pelo presidente do Igeprev nesta segunda-feira, 18.  O período analisado foi de 2011 a 2014 e de acordo com o presidente, Jacques Silva, mais de R$ 263 milhões já foram perdidos, mas o prejuízo pode ser ainda maior. O relatório ainda destacou os nomes dos responsáveis pelas aplicações financeiras em fundos supostamente pouco confiáveis.  Segundo o presidente as aplicações foram feitas de forma inadequada. O governador Marcelo Miranda já repassou os 13 volumes contendo detalhes e informações sobre as operações, ao procurador-geral do Estado, Sérgio do Vale. Os levantamentos feitos pela comissão de sindicância sugerem o aprofundamento das investigações. O procurador-geral disse vai buscar a justiça para recuperar o prejuízo e punir os responsáveis por aqueles atos. Além do fundo Porcão podemos mencionar: Leme Brasprev, Golden, Vitória Regia, Patriarca e mais 15 fundos de investimentos.

(Jorge Valeriano/Foto: Lia Mara)

Fazer um comentario