Presidido por Valderez, Comitê Gestor da Saúde apresenta relatório das visitas realizadas nos principais hospitais do Estado

Presidido por Valderez, Comitê Gestor da Saúde apresenta relatório das visitas realizadas nos principais hospitais do Estado

O Comitê Gestor Interinstitucional para o acompanhamento das ações da Saúde no Estado do Tocantins, presidido pela deputada estadual Valderez Castelo Branco (PP), se reuniu na última semana para apresentar o relatório das visitas in loco realizadas nos principais hospitais do Estado.

Os dados apresentados foram os obtidos pelo Comitê nas vistorias feitas no Hospital Geral Público de Palmas (HGPP), Hospital Regional de Gurupi (HRG) e Hospital Regional de Araguaína (HRA), respectivamente, nos dias 07 de agosto de 2015, 24 de agosto de 2015 e 28 de agosto de 2015.

Durante a apresentação do relatório, Valderez agradeceu a participação de todos durante as visitas e destacou que a união dos órgãos representativos do Estado, com o intuito de buscar melhorias para a área da saúde no Tocantins, é uma iniciativa que busca além de tudo a melhoria na qualidade do atendimento hospitalar para o tocantinense.

“É importante ter este trabalho, ter organizado todos os dados obtidos em um único relatório. Ele foi construído para ajudar, para colaborar com a gestão da Saúde do nosso Estado. O crime de omissão não tem perdão, e nós visitamos os hospitais para detectar e relatar os problemas encontrados para que eles possam ser resolvidos”, afirmou.

Ainda durante a apresentação do relatório foram deliberadas mais sugestões pelos membros que estavam presentes. Após a apresentação de todas as sugestões, com todas as propostas colocadas na discussão do Comitê, Valderez afirmou que o relatório será finalizado e entregue para cada um dos membros, para o secretário de Saúde e para os representantes dos órgãos fiscalizadores e representativos.

“Como deputada estadual me proponho a ajudar da forma que for possível. Já na gestão da saúde, vejo o secretário Samuel Bonilha como um homem comprometido com o seu papel. Todos juntos, Justiça, Legislativo e Executivo, podem contribuir para solucionar os problemas que foram encontrados e, desta forma, transformar o nosso Estado em referência na Saúde. É preciso a união de todos para isso”, completou Valderez.

Justiça Federal e MPE

A juíza federal e membro do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), por meio do Comitê Executivo Para Monitoramento das Ações da Saúde do Tocantins (Cemas-TO), Denise Dias Dutra Drumond, também faz parte do Comitê Gestor da Saúde. Em sua fala durante a apresentação do relatório das visitas aos hospitais, ela destacou que o grupo deve prosseguir com o trabalho que vem sendo desenvolvido, a partir do diagnóstico apresentado. “Agora temos que buscar a elaboração de um documento que irá sugerir medidas que possam de fato auxiliar na Gestão e na prestação da Saúde no Estado”, disse.

Já a promotora do Ministério Público Estadual (MPE), Maria Roseli de Almeida Pery, que também é membro efetivo do Comitê, ressaltou que a intervenção por meio das sugestões realizadas durante as visitas foram importantes para fortalecer não só a rede de urgência e emergência dos hospitais, mas também a área da atenção básica. “O comitê obteve êxito em seus trabalhos na medida em que buscou observar todas as áreas que envolvem a gestão, não só a hospitalar, como por exemplo, os problemas de superlotação, mas também o que está causando este problema”, declarou.

Participaram da apresentação do relatório o deputado estadual Paulo Mourão (PMDB), o defensor público Arthur Luiz Pádua Marques, a Superintendente de Políticas de Atenção à Saúde Maria Gleyd Brito Chianca Silva, a Superintendente de Administração e Logística Especializada Adriana Victor F. Lopes e a diretora de Instrumentos de Planejamento para Gestão do Sistema Único de Saúde (SUS), Misia Saldanha Figueiredo

Demais membros

Também fazem parte do Comitê o deputado estadual Olyntho Neto (PSDB), o defensor público Cleiton Martins da Silva, a promotora do Ministério Público Estadual Ceres Gonzaga de Rezende Caminha, os procuradores do Ministério Público Federal Fernando Antonio Alves de Oliveira Junior e Renata Ribeiro Baptista, a Superintendente de Planejamento do SUS Luiza Regina Nolêto, a diretora de Atenção Especializada Margareth Santos Amorim, a diretora de Controle, Regulação, Avaliação e Auditoria Ludmila Nunes Moreira e o diretor Hospitalar Afonso Piva Santana.

(Eduardo Azevedo/Foto: Ulisses Holanda)

Fazer um comentario