Empresa do Tocantins denuncia calote do Governo do Estado

Empresa do Tocantins denuncia calote do Governo do Estado

Na tarde desta quarta-feira, 21, a empresa EHL reuniu jornalistas para anunciar um ano de calote do Governo do Estado. O pagamento em atraso soma R$ 57 milhões e se refere às obras de pavimentação da BR 153, trecho Tupiratins, dos Programas Pró-Município e Pró-Rodovia, já executadas.

As obras foram contratadas em abril de 2014 pelo Governo do Estado depois da assinatura de contrato com o Banco do Brasil. Os recursos são oriundos de empréstimos de operação interna e externa do banco. As parcelas são pagas conforme a medição das obras, mas a partir de setembro de 2014, não aconteceu o repasse da segunda e última parcela dos contratos.

Somando os Programas Pró-Município, Pró-Rodovia e BR 153, no total, foram executados em tempo recorde (seis meses) 1.985 km de conservação e manutenção de pavimento asfáltico, o que representa um percurso aproximadamente equivalente a distância de Palmas a São Paulo.

“Em 2014, chegamos a ter mais de 4 mil postos de trabalho. Montamos grandes operações para o atendimento aos contratos. Hoje, em função do não pagamento, estamos com apenas 265 postos de trabalho, dos quais, 32% deles, em regime de aviso prévio”, disse o proprietário da EHL, Wilmar Oliveira de Bastos.

Para atender os contratos, a empresa recorreu as instituições financeiras comerciais, a capital de giro em dólar. “Se tivéssemos recebido, conforme as cláusulas contratuais, na data do contrato, teríamos recursos para fazer face a todas as obrigações financeiras. O não recebimento está causando prejuízos diretos de cerca de 10 milhões de dólares, o que equivale a R$ 40 milhões”, lamentou Bastos.

Sobre os Programas

No Programa Pró-Rodovias foram executados serviços de conservação e manutenção do pavimento asfáltico da TO-070 / TO-181 que liga Formoso do Araguaia a Sandolândia e a Araguaçu, da TO-080 que liga Divinópolis a Marianópolis e a Caseara, da TO-374 que liga Lagoa da Confusão a Dueré e a Gurupi e da TO-280 que liga Peixe a São Valério. O trecho da BR 153 até a cidade de Tupiratins representa 45 quilômetros.

Já o Programa Pró-Município executou serviços de conservação e manutenção do pavimento asfáltico em 94 dos 139 municípios do Tocantins. Foram realizadas obras, por exemplo: em Palmas, Gurupi, Araguaína, Paraíso e Porto Nacional, num total de 1.514 km.

(Precisa Assessoria)

Fazer um comentario