Energisa Tocantins incentiva ideias inovadoras dos colaboradores com prêmios e reconhecimento profissional

Energisa Tocantins incentiva ideias inovadoras dos colaboradores com prêmios e reconhecimento profissional

E-nova é o nome do Programa de inovação lançado nesta quarta-feira, 18, na Energisa Tocantins, para incentivar a criatividade dos colaboradores e a participação no desenvolvimento da distribuidora. O Programa já existe nas empresas pioneiras do Grupo Energisa em Minas Gerais, Paraiba e Sergipe desde 2013, já tendo várias ideias premiadas e colocadas em prática. A premiação em dinheiro pode chegar a R$20 mil para uma grande ideia.

“Todos nós temos boas ideias. Esta é a oportunidade para colocarmos em prática e ainda sermos premiados. Gostei muito!”, afirma a coordenadora de Contratos e Serviços, Mosangela Leal. Para o gerente corporativo de inovação, Gilson Paulillo, o programa e-nova é a principal plataforma de inovação do Grupo Energisa. “O programa nasceu com uma plataforma para receber a contribuição de cada colaborador, dando a liberdade de se expressar e interagir com os colegas”, explica.

O diretor-presidente da Energisa Tocantins, Riberto Barbanera, comemora a chegada do e-nova na empresa. “O e-nova foi criado para as grandes e pequenas ideias que fazem a diferença no dia-a-dia da empresa, porque temos a possibilidade de compartilhar nossos conhecimentos e ainda nos destacar profissionalmente”, afirma lembrando que foi com erros e acertos que foram feitas as grandes transformações da história da humanidade, como a criação da lâmpada.

Como funciona?

O Programa E-nova é dividido em duas categorias: Simples Assim e Grande Ideia. O colaborador pode concorrer a prêmios e reconhecimento cadastrando a ideia sozinho ou em parceria com os colegas. “O importante é registrar a sua ideia. A partir daí a dinâmica passa a ser colaborativa, onde os colegas podem contribuir e aprimorar as propostas uns dos outros. É uma troca de experiências que gera aprendizado e crescimento para todos”, disse o assessor corporativo de Pesquisa e Desenvolvimento de Inovação, Maurício Novaes.

Mobilidade

Para ampliar a participação dos colaboradores, a plataforma do e-nova vai também para os celulares a partir de fevereiro do próximo ano.



Fazer um comentario