Campanha contra a corrupção é lançada para estudantes da UFT e do IFTO de Palmas

Campanha contra a corrupção é lançada para estudantes da UFT e do IFTO de Palmas

Mais de 700 mil assinaturas de apoio a campanha já foram coletadas em todo o país

A campanha “10 Medidas Contra a Corrupção” foi lançada oficialmente nesta quarta-feira, 25, para estudantes e servidores da Universidade Federal do Tocantins (UFT) e do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Tocantins (IFTO), em Palmas. Promovida pelo Ministério Público Federal (MPF), a campanha visa coletar 1,5 milhões de assinaturas em todo o país, em apoio às medidas que serão apresentadas ao Congresso Nacional, na forma de propostas de leis.

Para o procurador-chefe da República no Tocantins, Álvaro Manzano, que fez palestra durante os lançamentos da campanha, a iniciativa coincide com a disposição da população em não tolerar mais a corrupção, principalmente com os casos que ocorrem na esfera pública. “Por muito tempo os brasileiros se acostumaram com os casos de corrupção que não eram apurados corretamente e que ninguém era punido. Agora isso está mudando e casos como o da Operação Lava Jato vem comprovar que é possível investigar e punir corruptos poderosos, além de recuperar parte dos recursos desviados”, afirmou.

O reitor da UFT, Márcio da Silveira, anunciou um ponto fixo para coleta de assinatura, que ficará no Bloco 1, do campus de Palmas e equipes que farão ação de corpo a corpo em locais de maior fluxo de estudantes. Já o coordenador do curso de Tecnologia em Gestão Pública, professor Robleik Barbosa, disse que instituição fará a campanha em Palmas até o final do ano letivo e que no próximo ano a iniciativa será levada para os campus do interior.

Saiba mais

As 10 Medidas pretendem evitar o desvio de dinheiro público e garantir maior transparência, celeridade e eficiência nos trabalhos de investigação e condenação de crimes de corrupção. Mais de 700 mil assinaturas já foram coletadas em todo o país.

Os interessados em participar da campanha devem imprimir a lista de apoio disponível no site www.10medidas.mpf.mp.br, e contribuir pegando assinaturas de familiares e amigos que possuem título eleitoral. No Tocantins, as fichas preenchidas devem ser entregues nas unidades do Ministério Público Federal em Palmas, Gurupi ou Araguaína.

Fazer um comentario