Alunos surpreendem pais e professores em feira sobre empreendedorismo

Alunos surpreendem pais e professores em feira sobre empreendedorismo

Uma verdadeira feira de negócios: assim foi a Feira do Jovem Empreendedor realizada em 21 escolas da rede municipal de ensino de Araguaína, na última sexta-feira, 4, e sábado, 5. Os alunos do 4º e 5º das unidades de ensino tiveram a oportunidade de apresentar para os professores e a comunidade o que aprenderam durante o curso Jovens Empreendedores Primeiros Passos (JEPP), desenvolvido pelo Sebrae, com parceira da Prefeitura de Araguaína.

A Escola Municipal Luiz Gonzaga, no Residencial Costa Esmeralda, foi uma das unidades de ensino que desenvolveu a feira. Os alunos montaram barraquinhas para vender pizzas, sorvetes e locador de brinquedos, surpreendendo tanto professores como pais.

Segundo o professor Reginaldo Reis de Sousa, foi possível identificar um avanço no comportamento empreendedor dos estudantes. “Houve um desempenho melhor na questão da comunicação, entre professor e aluno, além do interesse dos alunos em saber o que buscar para vender”, comentou. O professor avalia que é preciso continuar com esse trabalho. “Foi um aprendizado, eu aprendi e ensinei ao mesmo tempo”, completou.

A professora Adriana Ferreira, que leciona para o 5º ano, também destacou a diferença na aprendizagem e no comportamento das crianças. “Antes quando eles traziam dinheiro para a escola só tinham interesse em comprar balas. Hoje, eles falam que estão juntando dinheiro para comprar uma bicicleta, ajudar em casa, entre outros”, explica a professora.

Sobre a escolha do que poderia vender na feira, a professora Adriana Ferreira relata que foram os próprios alunos que definiram os produtos. “Foram eles que escolheram vender pizza ao identificar uma oportunidade de fazer boas vendas, já que no setor em que moram não há pizzarias disponíveis”, disse. “Podemos dizer que são os futuros empreendedores do Costa Esmeralda”, finalizou com expectativa a professora.

Maurício Júnior Gomes de Sousa foi um dos alunos participantes da feira. “Eu aprendi que a gente deve administrar aquilo que a gente tem. Se eu tenho dinheiro, tenho que administrar o que eu tenho. E é isso que se usa mais em empresa”, disse Maurício. A mãe de Maurício, Bruna Gomes, ficou bastante feliz ao ver o filho na feira. “Achei uma coisa muito boa, porque ele ficou muito animado com essa feira. Ele até aprendeu sobre economia de água, diminuiu um pouquinho no horário do banho”, explicou.

Para Alana da Silva Macedo foi um aprendizado para entender um pouco de economia. “Gostei muito. Aprendi a dar o troco direitinho”, comentou. Maria das Mercedes Ribeiro da Silva, mãe da Alana, também acompanhou a filha na feira. “Já é um aprendizado para ela. Vai aprendendo agora, para no futuro saber mexer com as coisas de casa, com o dinheiro de casa e do trabalho”, destacou.

(Joselita Matos)



Fazer um comentario