Primeiras turmas de cursos gratuitos em Araguaína já estão sendo concluídas

Primeiras turmas de cursos gratuitos em Araguaína já estão sendo concluídas

Os cursos profissionalizantes já estão finalizando nessa sexta-feira e vão continuar nos CRAS I, II e III. O objetivo é chegar cada vez mais perto da comunidade

A Prefeitura de Araguaína, por meio da Secretaria da Assistência Social, Trabalho e Habitação, já finalizam nesta sexta-feira, 29, as primeiras turmas dos cursos de biscuit e excelência em vendas.  Cerca de 55 pessoas sairão qualificadas para obter uma renda extra. Esses e outros cursos, como bordado a mão, pintura em tecido e arte de reciclar, vão continuar em vários outros pontos da cidade, entre eles são os CRAS I, II e III, nos setores Céu Azul, Vila Patrocínio e Araguaína Sul 2.

O objetivo da qualificação, que faz parte do Projeto Municipal Projeto “Comunidade Cidadã”, é de que as oportunidades cheguem até nos bairros mais afastados. Por isso, os cursos e oficinas vão estar em movimento pelos CRAS, novos residenciais, como o Costa Esmeralda e Lago Azul, e também em comunidades e bairros mais afastados.

Desde o ano de 2013, a Secretaria Municipal da Assistência Social, Trabalho e Habitação vem ofertando cursos profissionalizantes na comunidade araguainense. O Projeto “Comunidade Cidadã” capacita profissionalmente as pessoas dessas famílias na busca da geração de renda como retorno para elas. O programa privilegia em primeiro lugar as famílias vinculadas ao Programa Bolsa Família, bem como famílias inseridas no Cadastro Único. Caso as vagas não sejam totalmente preenchidas, qualquer pessoa pode se inscrever.

Novidades e inscrições
Os próximos cursos a serem ofertados em fevereiro serão o de panificação e instalação hidráulica, os quais ainda estão com inscrições abertas até nesta sexta-feira, 29. E iniciarão no dia 15 de fevereiro.

Atualização
A superintendente da Proteção Social Básica, Valéria Domingues, comentou sobre a importância da atualização dos cadastros das famílias. Ela explica que o foco de programas como esse é poder ajudar quem mais precisa e também compreender quem já mudou de realidade.

O nascimento de um novo membro na família, o casamento de alguém da casa ou até mesmo a mudança de escola de um dos integrantes da família. São situações que devem ser registradas nos cadastros para manter o controle e conhecimento da situação e evolução dessas famílias com a secretaria.

Comunidade
Desempregada, Adriele Ribeiro tem 22 anos e conta que reveza os cuidados com a filha de um ano com as folgas do trabalho do marido, enquanto faz o curso. Descobriu o curso de biscuit por sempre estar na secretaria, de olho no seu cadastro e sorteio de casas. “Essa inscrição nesse curso foi a melhor coisa que eu fiz, e agora ainda posso ter uma renda depois, estou animada demais”, comemora Adriele.

Maria Carneiro tem 70 anos e ficou sabendo do curso no boca a boca das amigas da filha de sua melhor amiga, Maria da Graça, de 66 anos. Companheiras e vizinhas desde 91, ela conta sorrindo que “Uma só vem se a outra vir, chamei ela e tá maravilhoso! Estamos aprendendo o mais difícil agora, o tal do acabamento na pintura no tecido”, disse Carneiro, sorridente.

“Esse negócio de ficar em casa esperando a preocupação bater não dá certo, a gente brinca aqui, eu e ela, e conhece outras amigas também”, complementou Graça.

A professora Juciele Ribeiro, 29 anos, soube do curso pela televisão. “Achei curioso quando vi na TV, vim para aprender e ter uma renda depois, está servindo até como terapia pra mim”, desabafa a professora.

Contato
Mais informações sobre os cursos e vagas podem ser obtidas através dos telefones 3412- 3569 ou 3414-3086.

(Fernanda de Alcantara/Foto: Marcos Filho)



Fazer um comentario