Entenda por que algumas contas de luz estão vindo com duas bandeiras tarifárias

Entenda por que algumas contas de luz estão vindo com duas bandeiras tarifárias

Conforme anunciado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), no fim do mês de fevereiro, a bandeira amarela começou a vigorar no mês de março, a primeira diminuição desde janeiro de 2015. Contudo, as contas de energia deste mês ainda contarão com as bandeiras vermelha e a amarela na mesma fatura. Isso ocorre em virtude da leitura do período contemplar dias de faturamento de fevereiro (bandeira vermelha) e de março (bandeira amarela).

Boas notícias

Apesar da diminuição no sistema de cobrança por bandeira tarifária, a Aneel pede cautela e consumo consciente à população. A previsão é que, já no mês de abril, a bandeira verde passe a vigorar, situação em que não há cobrança na conta de energia elétrica.

O retorno das chuvas e o aumento no nível dos reservatórios das hidrelétricas permitiram o crescimento na produção de energia e a consequente redução nas bandeiras tarifárias. Houve ainda a inclusão de novas usinas no sistema elétrico e redução na demanda.

Bandeiras

De acordo com a Aneel, a bandeira tarifária não representa um custo a mais na conta de luz, mas apenas uma forma diferente de mostrar um valor que já consta na tarifa total paga pelo consumidor. A iniciativa da agência visa transparecer os custos com a geração de energia elétrica no país. Anteriormente, os números eram apresentados a cada 12 meses; hoje, o novo sistema rateia os custos a cada mês.

Fazer um comentario