Comédia baiana Amanheceu está em cartaz amanhã em Araguaína

Comédia baiana Amanheceu está em cartaz amanhã em Araguaína

A peça será às 20 horas na Concha Acústica do Espaço Cultural. A entrada é um quilo de alimento não-perecível

O espetáculo teatral “Amanheceu”, com a atriz baiana Juliana Bebé, realiza turnê no Tocantins e estará em Araguaína amanhã, 29, às 20 horas, na Concha Acústica do Espaço Cultural. A entrada será um quilo de alimento não perecível, que serão destinados à instituições carentes do Município. A Prefeitura de Araguaína, por meio da Secretaria da Educação, Esporte, Cultura e Lazer, é parceira do evento, realizado pela Fundação Restaurar.

O espetáculo é uma comédia que conta a estória do dia a dia de uma Maria, a mulher que é costureira e fã de música sertaneja, ao trabalhar ouve rádio e é através das ondas sonoras que descobre histórias de casos de violência contra a mulher, um despertar para Maria que também foi vítima de violência.

O espetáculo que está em cartaz há seis anos permite ao público uma reflexão sobre o tema violência contra a mulher. A Fundação Restaurar realiza turnê em cidades do Tocantins e Piauí, um dos objetivos é levar o teatro para a população de cidades interioranas.

Atriz
A atriz Juliana Bebé tem 32 anos e é formada em Artes Cênicas pela Universidade Federal da Bahia (UFBA). Com 15 anos de carreira, já atuou em peças reconhecidas no teatro baiano, como “Cama, Mesa e Banho”.

A atriz atuou ao lado de grandes nomes como Arthur Azevedo, Caio Fernando Abreu, Nelson Rodrigues, Bernard Marie Koltes, dentre outros.  Em 2010, mudou-se de Salvador para o Rio de Janeiro, já com temporadas fechadas para “Amanheceu”, do qual também é autora, sendo este seu primeiro trabalho solo, fruto de mais de três anos de pesquisa em gênero, focando a violência contra mulher. (Com informações da assessoria do evento).

Serviço
O quê? Espetáculo teatral “Amanheceu”;
Onde? Concha Acústica do Espaço Cultural, em Araguaína;
Quando? Amanhã, 29, a partir das 20 horas;
Entrada: 1 quilo de alimento não-perecível.

(Gláucia Mendes)



Fazer um comentario