Prefeitura e moradores do Residencial Lago Azul III mobilizam-se no combate ao Aedes

Prefeitura e moradores do Residencial Lago Azul III mobilizam-se no combate ao Aedes
Por meio das secretarias da Infraestrutura e da Saúde, o mutirão contou com palestras, retirada de entulhos e recolhimento de lixo
A Prefeitura de Araguaína, por meio da Secretaria da Infraestrutura – Departamento de Limpeza Urbana e Secretaria da Saúde – Vigilância em Saúde, com a ajuda da comunidade, realizou um mutirão de limpeza no Residencial Lago Azul III. Um dos objetivos da ação é evitar focos do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, febre Chikungunya, febre amarela e vírus Zika.
Equipe do departamento realizou roçagem e a retirada de entulhos e lixo em lotes baldios, com o auxílio de um caminhão. Estiveram também participando do mutirão agentes de combate às endemias (ACE) e equipes de Vigilância em Saúde, que levaram à comunidade, palestra com apresentação de teatro com fantoches, repassando informações importantes sobre o mosquito e os cuidados que todos devem ter para não contrair doenças.

Comunidade
A dona de casa Poliane Araújo levou os filhos para colaborarem com a limpeza. “Acho muito importante ações como esta.  Quero que, desde pequenos, meus filhos aprendam que precisamos manter nossos quintais e ruas sempre limpos, para evitar doenças. Eu que tenho crianças, estou sempre preocupada com a saúde deles”, destacou.

A pequena Kauane Vitória Araújo, de quatro anos, se divertiu procurando copos descartáveis e sacolas ao lado da rua e contribuiu para a ação. “É para acabar com o mosquito da dengue”, disse.

Ações
O combate ao Aedes não para no Município. Além de atividades nos setores, as equipes de Vigilância em Saúde, do Centro de Controle de Zoonoses de Araguaína, continuam realizando atividades de Educação em Saúde, nas escolas municipais, estaduais e outros órgãos parceiros, com apresentação de temas sobre doenças de forma dinâmica, utilizando fantoches.
Além de palestras, o Município continua com a confecção de armadilhas, em parceria com a Comunidade Terapêutica Vida Nova, com distribuição para as famílias. Também está sendo feita borrifação com bombas especialmente em pontos estratégicos, onde foram encontrados mais focos de infestação do mosquito.
Com dados do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), da Secretaria da Saúde, somente na ação realizada em parceria com Exército Brasileiro, entre os dias 13 e 15 de abril, foram inspecionadas 4.919 residências, imóveis fechados e 62 pontos estratégicos, sendo eliminados 318 focos.

O trabalho de rotina foi intensificado nos setores com a força-tarefa dos agentes de combate a endemias e com os agentes comunitários de saúde.

(Gláucia Mendes/Foto: Marcos Filho)



Fazer um comentario