Araguaína tem final de semana esportivo

Araguaína tem final de semana esportivo
A vida saudável e esportiva vem aumentando gradativamente. A cidade contou em dois dias com três eventos: trilha ecológica, 1º Cross Off Road e Campeonato Estadual de Motocross

Três eventos esportivos movimentaram os araguainenses nesse sábado e domingo, 14 e 15. A Trilha Ecológica, no Setor Jardim dos Ipês, o 1º Cross Off Road de ciclismo, que saiu da Avenida Filadélfia, no Setor Urbano, e o Campeonato Estadual de Motocross, na pista do Alto do Cristo, no Setor Jardim Pedra Alta. A vida saudável e esportiva têm atraído cada vez mais pessoas na cidade. Os três eventos reuniram mais de 350 amantes desses esportes.

Trilha Ecológica
No sábado, o Circuito Vida Saudável promoveu com apoio da Prefeitura, às 16 horas, no Setor Jardim dos Ipês, uma trilha ecológica que reuniu mais de 100 pessoas. Em três categorias, sendo elas: iniciante (caminhada); intermediário (caminhada + corrida); e elite (corrida), os participantes fizeram um total de 14 km.

A coordenadora do circuito, Delguimar Rodrigues, contou que sua equipe vem gerenciando o trabalho de estimular os moradores a praticar atividades físicas em Araguaína há quase três anos. “Nós começamos no boca a boca, tinha pouquíssimas pessoas. Hoje em dia temos um grupo nas redes sociais. As pessoas nos procuram, querem participar, fazer amizades, se cuidar, isso tudo é muito positivo”, disse Delguimar.

A atendente de padaria Audelice Correia tem 29 anos e participou da categoria intermediária. Ela vem acompanhando o circuito há 2 meses. “Descobri o grupo no Parque Cimba, faço caminhadas por lá, porque moro no Itapuã. Desde esse dia fiz amizade e sempre estou indo pra onde eles vão”, contou a esportista.

1º Cross Off Road
No domingo, o 1º Cross Trilha Off Road reuniu pela manhã, na Avenida Filadélfia, em frente ao Atacadão Campelo, um total de 130 ciclistas de Araguaína e região. Os participantes fizeram um percurso de 60 km, nas proximidades da cidade.

A estudante de Ciência Contábeis Aline Ferreira, de 27 anos, chamou a atenção por ser representante do grupo Cross do Batom. Segundo as participantes, o grupo foi responsável por incentivar as mulheres a investirem na vida sobre duas rodas.

“No início, só tinha eu de mulher num grupo de 16 homens. Eu pensava, onde estão as mulheres?! Foi quando decidi abrir um grupo e pegar os contatos das esposas, namoradas e amigas dos meninos tudo aqui… e deu certo! Hoje o grupo tá bem diverso”, disse Aline.

O contador Elton Arraes, de 48 anos, é de Colinas e há 10 anos participa em eventos de cicloturismo. “A gente faz muitas amizades, tira o estresse do trabalho, sente a natureza e recompõe as energias, eu recomendo sempre”, pontuou.

Campeonato Estadual de Motocross e Copa Tocantins de Motocross
No domingo, a Federação de Motociclismo do Estado do Tocantins (FMT) promoveu o Campeonato Estadual de Motocross e a Copa Tocantins de Motocross 2016. Os eventos  reuniram 120 pilotos do Tocantins, Pará, Goiás e Maranhão.

Em oito categorias, os pilotos disputaram: MX1 (principais pilotos), MX8 (pilotos tocantinenses), MX3 (acima de 35 anos), MX4 (acima de 40 anos), Nacional A (motos nacionais), 65 CC (7 a 12 anos), 85 CC (12 a 17 anos) e Especial B (acima de 16 anos com motos especiais).

Na categoria 65 CC, o pequeno estudante Heitor Carvalho, de 9 anos, falou que já se acostumou com a emoção das duas rodas. “Gosto da sensação. É uma mistura de medo e coragem. Uma abelha me picou no pescoço hoje no meio do percurso e na hora senti de leve, só agora que tô percebendo de tão emocionante”, disse o pequeno mostrando o pescoço.

O autônomo de prestação de serviços e máquinas Júnior Nascimento, que disputou na categoria MX4, é morador de Calvacante, em Goiás, e participa do Motocross desde 2004. “Nesses quase 13 anos, posso dizer que foi a busca pelo prazer de viver que me motivou. É inexplicável como a adrenalina muda nossa maneira de viver”, finalizou o piloto.

(Fernanda de Alcantara/Foto: Marcos Filho)

 



Fazer um comentario