Prefeitura notifica Cooperlota por retirada de validadores dos veículos

Prefeitura notifica Cooperlota por retirada de validadores dos veículos
Para não prejudicar o atendimento à população, o Município exige a implantação imediata dos aparelhos que permitem o uso do “TicPass”, o bilhete eletrônico. Notificação foi entregue na tarde desta segunda-feira, 16

A Prefeitura de Araguaína, por meio da Agência Municipal de Transporte e Trânsito de Araguaína (AMTT), notificou na tarde desta segunda-feira, 16, a Cooperativa dos Transportadores Autônomos de Passageiros (Cooperlota) por irregularidade na prestação de serviços. A notificação informa sobre a retirada dos “validadores” dos veículos, aparelhos que permitem ao passageiro o uso do “TicPass”, o bilhete eletrônico.

De acordo com o documento, a Cooperlota terá até às 6 horas desta terça-feira, dia 17, para regularização dos serviços aos usuários sob pena de rescisão contratual da prestação de serviço no Município.

Contrato com empresa
Em ofício enviado à AMTT, a Cooperlota informou que rescindiu o contrato com a empresa responsável pela implantação dos validadores nos veículos. Segundo o presidente da AMTT, Gustavo Fidalgo, a agência não foi informada sobre a retirada dos aparelhos.

“A Cooperativa não informou para a Prefeitura sobre a falta do serviço ao usuário. Após denúncia anônima, foi constatada a irregularidade nesta segunda-feira”, explicou o presidente.

A empresa que presta o serviço de validação, Dotflex, informou à agência que os aparelhos foram retirados de forma arbitrária, sem autorização e equipe técnica habilitada.

Rescisão contratual
A notificação também exige a manutenção dos serviços oferecidos pela empresa Dotflex, providenciando, dentro da legalidade, a substituição dos aparelhos sem prejudicar o usuário.  “O não cumprimento da presente ensejará na rescisão contratual, por descumprimento das cláusulas 05.01.04 e 17.03.01, alínea  “a” e “b”, previstas no contrato de permissão”, informa a notificação.

O documento ainda traz que os veículos de transporte público coletivo urbano não poderão circular no Município sem os “validadores do TicPass” devidamente implantados.

(Thatiane Cunha/Foto: Marcos Filho)

 



Fazer um comentario