Ação entre Prefeitura e Exército teve balanço positivo em Araguaína

Ação entre Prefeitura e Exército teve balanço positivo em Araguaína
Em três dias de ação, em combate ao Aedes aegypti, militares e agentes visitaram 2.756 residências, eliminando 67 focos

Foi concluída na última sexta-feira, dia 10 de junho, mais uma ação de combate ao Aedes aegypti, em Araguaína. Em três dias de ação, agentes de combate às endemias da Prefeitura de Araguaína e militares do Exército Brasileiro, da 23ª Brigada de Infantaria de Selva, de Marabá (PA), visitaram 2.756 residências e eliminaram 67 focos do mosquito.

No balanço da Secretaria da Saúde – Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), além dos 2.756 imóveis visitados, 1.090 estavam fechados, sendo que destes 149 foram recuperados. As equipes encontraram nas residências 67 focos, também foram tratados com larvicida mais 160.

Os soldados e agentes realizaram o trabalho das 7 às 14 horas para encontrar mais pessoas nas residências. De acordo com o relatório do balanço, não tiveram recusa de moradores, sendo que foram bem recebidos nas casas.

Setores
Foram escolhidos os setores onde os agentes têm dificuldade em encontrar os moradores, e que as ficam residências fechadas e onde foram registrados focos.

As equipes passaram pelos setores Jardim Alasca, Jardim Filadélfia, Dona Nélcia, Setor Rodoviário, George Yunes, Anhanguera, Parque Sonhos Dourados, Residencial Pedro Borges, Brejão, Jardim Europa, Jardim e Jardim dos Ipês II.

Parceria
Só em 2016, esta é a segunda ação de combate ao Aedes da Prefeitura de Araguaína em parceria com o Exército Brasileiro. Em abril, entre os dias 13 e 15, os batalhões Infantaria 50-Biz, de Imperatriz (MA), e 23ª Brigada de Infantaria de Selva, de Marabá (PA), e a Secretaria da Saúde do Município levaram orientação para mais de 10 mil pessoas.

Durante a ação, foram inspecionadas 4.919 imóveis, sete imóveis fechados e 62 pontos estratégicos, sendo eliminados 318 focos.

Ações
O combate ao Aedes não para no Município. Além das atividades em parceria com o Exército Brasileiro, as equipes de Vigilância em Saúde, do Centro de Controle de Zoonoses de Araguaína, realizam palestras de Educação em Saúde, em escolas municipais, estaduais e outros órgãos parceiros, com apresentação de temas sobre doenças de forma dinâmica, utilizando fantoches.

Município confeccionou armadilhas para capturar mosquito, em parceria com a Comunidade Terapêutica Vida Nova, com distribuição para as famílias. Também há borrifação com bombas, especialmente em pontos estratégicos, onde foram encontrados mais focos de infestação do mosquito.

Além disso, o trabalho de rotina dos agentes de combate às endemias foi intensificado em todos os setores.

(Gláucia Mendes/Fotos: Marcos Filho)



Fazer um comentario