Em ação conjunta, PM do Tocantins e Maranhão recuperam veículo roubado no Pará

Em ação conjunta, PM do Tocantins e Maranhão recuperam veículo roubado no Pará

Nesta segunda-feira, 18, a Polícia Militar prendeu quatro integrantes de uma quadrilha que roubou uma caminhonete Hillux na cidade de Marabá (PA), sendo um homem de 41 anos, de Xinguara (PA), o segundo com 38 anos, residente na cidade de Estreito (MA), o terceiro de 22 anos, morador de São Domingos do Araguaia (PA) e o quarto envolvido de Porto Nacional (TO). A ação contou com o apoio do 3º Batalhão da Polícia Militar de Imperatriz (MA).

Os policiais militares tocantinenses receberam informações sobre o roubo da caminhonete e que o veículo estaria circulando pela região de São Miguel, norte do Tocantins. A partir de então, a Polícia Militar do Tocantins passou a trabalhar nas buscas pelos autores e automóvel.

Os policiais entraram em contato com funcionários da empresa que faz a travessia de balsa entre Tocantins e Maranhão, na cidade de São Miguel, e tiveram a confirmação que o referido veículo roubado acabara de embarcar. Os militares orientaram o condutor para que não atracasse a embarcação no lado maranhense até a chegada da PM.

Imediatamente a Polícia Militar do Tocantins solicitou o apoio da Polícia Militar do Maranhão, que de pronto enviou viaturas para o local. Nesse espaço de tempo, os policiais tocantinenses seguiram para o Estado vizinho pela ponte conseguindo abordar os acusados ainda em cima da balsa.

Dois envolvidos foram detidos conduzindo a caminhonete roubada e outros dois foram presos em outro veículo, acusados de dar apoio no transporte do produto do roubo. Um dos detidos tentou fugir se jogando no Rio Tocantins. Ele estava armado com uma pistola, mas acabou sendo resgatado e preso. A arma não foi encontrada, porém com os envolvidos foram apreendidos celulares, bijuterias, facas e R$ 660,00 em espécie.

Os autores foram encaminhados pela PM do Tocantins e do Maranhão para a Delegacia de Polícia Civil de Imperatriz (MA), onde responderão pelo crime conforme previsão legal no Código Penal vigente.

(Aline Brabo / Tenente PMTO Deuramar Ribeiro)



Fazer um comentario