Araguaína será beneficiada com a implantação de 10 leitos de UTI Pediátrica

Araguaína será beneficiada com a implantação de 10 leitos de UTI Pediátrica

Buscando atender a demanda de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Pediátrica em Araguaína, o secretário de Estado da Saúde, Marcos Musafir, e o secretário municipal de Saúde de Araguaína, Jean Luís Coutinho Santos, uniram esforços e apresentaram nesta quarta-feira, 3, no auditório da Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Tocantins (OAB-TO), em Araguaína, a proposta para implantação de 10 leitos de UTI Pediátrica, na cidade.

Durante a reunião, foram apresentados a planta e um vídeo com o projeto que prevê leitos de isolamento e leitos de transição, sala de acolhimento familiar e toda a infraestrutura técnica exigida para oferecer a qualidade e a segurança necessárias aos pacientes futuramente assistidos.

O município de Araguaína se incumbiu da reforma e da ampliação do espaço disponibilizado no Hospital Municipal Eduardo Medrado, enquanto o Estado se encarregará dos equipamentos. Com relação à manutenção e ao custeio, eles seguirão a normatização do Sistema Único de Saúde (SUS), ficando estabelecidos os percentuais de custeio de 25% para o Estado, 25% para o município e 50% oriundos do Ministério da Saúde.

“Esse é um projeto prioritário do governador Marcelo Miranda e estamos formatando o trabalho em conjunto com o Ministério da Saúde e a Secretaria de Saúde de Araguaína. Infelizmente, existem fatores externos e a burocracia. Temos que seguir a legislação para aquisição dos equipamentos, atender as resoluções e normativas da Anvisa para a segurança do paciente e reformar o ambiente, além de remanejar e treinar o pessoal. Mas, tudo isso já está sendo trabalhado para que os leitos entrem em funcionamento o mais breve possível”, disse o secretário Marcos Musafir.

“Analisamos e definimos a reforma do local para implantação de dez leitos porque isso vai melhorar o atendimento às crianças de toda a região. Vamos fazer a ampliação que deve ser finalizada no prazo aproximado de cinco meses e a Saúde do Estado vai comprar os equipamentos necessários. Vamos fazer a UTI Pediátrica mais moderna do Brasil, com ambiente agradável para melhor recuperação dos pacientes”, afirmou Jean Luís Coutinho Santos, secretário de Saúde do município de Araguaína.

Na ocasião, ficou acordado que, no prazo de três meses, os gestores participarão de uma nova reunião para informar a sociedade sobre o andamento da implantação dos leitos. Para um dos representantes da Associação Mães que Amam (AMAM), Luís Eduardo Tolentino, os leitos serão uma conquista, pois o serviço vai garantir o atendimento mais ágil a pacientes que precisam. “Fica nosso clamor para que esta implantação ocorra o mais urgente possível, pois esse serviço vai garantir a vida dos pacientes de Araguaína e das regiões circunvizinhas”, afirmou.

A empresária Renata Leal Leite Cardoso, que também faz parte da associação, falou da importância da reunião.  “Foi muito importante essa reunião, pois nós vemos esse leito como uma necessidade de urgência, tendo em vista a quantidade de crianças que já necessitaram do serviço. E, esse benefício não será só para Araguaína, mas para os 71 municípios vizinhos”, enfatizou.

Além de representantes da AMAM, a reunião contou com representantes do Ministério Público Estadual (MPE), da Associação Comercial e Industrial de Araguaína (Aciara), do Hospital de Doenças Tropicais (HDT), da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) Seccional Tocantins e dos Conselhos Municipal e Estadual de Saúde.

(Luciana Barros)



Fazer um comentario