Turismo do Tocantins tem as características desejadas por 75% dos visitantes estrangeiros

Turismo do Tocantins tem as características desejadas por 75% dos visitantes estrangeiros

O Estado do Tocantins possui os elementos e as características mais procurados pela maior parte dos turistas internacionais que desembarcam no Brasil. A constatação é de quem acompanha de perto este público e pode, com a experiência, fazer a afirmativa. Atuando no Rio de Janeiro, na atração de turistas internacionais para destinos locais, o empresário Guilherme Guimarães se encantou com o potencial do Tocantins e já tem planos de ampliar o alcance de sua empresa para outras regiões. Segundo ele, o Estado oferece alternativas de atividades turísticas que vão ao encontro do que seus clientes procuram.

“Pesquisas acusam que 75% dos turistas estrangeiros, quando vêm para o Brasil, procuram o ecoturismo, as praias e as aventuras. O Tocantins oferece, por meio do Jalapão e do Cantão, exatamente o que esses turistas querem, o que permite ampliar a demanda de turistas do exterior em Palmas e nas demais regiões turísticas”, apontou.

Este potencial está sendo apresentado pelo Governo do Estado durante os Jogos Olímpicos Rio 2016. Em um espaço denominado Rio Media Center (RMC – Centro de Mídia Rio 2016), o Tocantins, assim como os demais estados da Federação, tem a oportunidade de divulgar os destinos, as atividades e os atrativos turísticos aos representantes de veículos de comunicação de diversos países. São mais de 6 mil profissionais, de mais de 90 países, cadastrados no RMC.

Potencial

Dados divulgados na apresentação prévia do plano de marketing das regiões turísticas do Estado, que está em fase final de elaboração, indicam que 92% dos turistas que visitam o Jalapão estão em busca do turismo de natureza, ao passo que 77% buscam o turismo de aventura. “A satisfação de quem procura estes segmentos turísticos ao se depararem com o Jalapão, por exemplo, é indiscutível. O turismo no Tocantins é uma oportunidade real de promoção do desenvolvimento econômico e social. O mundo precisa descobrir o potencial que o Estado tem para ofertar neste setor e o Rio Media Center está contribuindo para isso”, avaliou o superintendente de Desenvolvimento Turístico da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia, Turismo e Cultura, James Possapp.

Cicloturismo

É crescente o volume de turistas que optam por fazer os percursos de suas viagens no Estado sobre duas rodas. Uma modalidade menos intensa, o cicloturismo garante a velocidade ideal para se aproveitar todos os atrativos, fotografar, conhecer as comunidades indígenas e quilombolas e vivenciar a cultura local. Agências e operadores realizam eventos e expedições para os principais destinos do Estado.

Mountain bike

Serras, matas, rios e cachoeiras da Região Serras e Lago são um convite para a prática deste esporte de aventura. Em Taquaruçu, são oferecidos roteiros entre 20 e 70 km, com trilhas que passam por cachoeiras e mirantes, com a emoção das subidas e descidas de serras. Com diferentes características, e alguns desafios intensos, a atividade também é uma boa pedida para o Jalapão, com suas estradas arenosas, algumas vezes com pedras e longas distâncias.

Rafting

Ícone da atividade de aventura, o rafting também está na lista dos programas disponíveis para quem visita o Tocantins. Nas corredeiras do Rio Sono, no Jalapão – na unidade de conservação municipal Monumento Natural Cânions e Corredeiras do Rio Sono -, a atividade pode ser praticada tanto por iniciantes quanto por intermediários, em uma operação que dura cerca de 4 horas. Operadoras credenciadas oferecem passeios e expedições durante todo o ano.

Estas e outras atividades, como tirolesa, caiaque e stand up paddle são comercializadas pelos operadores turísticos no Estado.

(Patricia Saturno)



Fazer um comentario