Estudantes da rede estadual participam da 10ª edição Olimpíada Brasileira de Robótica

Estudantes da rede estadual participam da 10ª edição Olimpíada Brasileira de Robótica

Alunos da rede estadual participam nesta sexta, 19, e sábado, 20, da etapa estadual da 10ª edição da Olimpíada Brasileira de Robótica (OBR), que acontece no campus da Universidade Federal do Tocantins (UFT), em Palmas. A Diretoria Regional de Educação (DRE) de Dianópolis conta com três equipes na disputa. Os educandos são da Escola Estadual Abílio Wolney, de Dianópolis e da Escola Estadual de Tempo Integral Deoclides Muniz, localizada em Almas.

Na etapa estadual, a competição reunirá 15 equipes de estudantes de escolas pública ou privada dos ensinos fundamental, médio ou técnico, residentes nas cidades de Almas, Dianópolis, Araguaína, Palmas e Gurupi. Os classificados nos embates da modalidade prática representarão o Tocantins na nacional, prevista acontecer de 9 a 12 de outubro, em Recife (PE).

“A intenção da olimpíada é despertar nos estudantes o interesse pelo estudo da robótica e automação durante a educação básica para que possam seguir nesta mesma área no ensino superior”, explica o coordenador das equipes da DRE de Dianópolis, o professor do Instituto Federal do Tocantins (IFTO), campus de Dianópolis, Demis Carlos Fonseca Gomes.

De acordo com o professor, este é o primeiro ano que a regional de Dianópolis leva equipes do ensino fundamental para a competição. O feito é resultado de um projeto de extensão realizado pelo IFTO em parceria com a Secretaria de Estado da Educação, Juventude e Esportes (Seduc). “Já participamos em anos anteriores com as equipes do ensino técnico e, neste ano, além deles, estamos estreando com os alunos do nível 1 (ensino fundamental) bastante confiantes. O projeto tem sido muito proveitoso e a intenção é ampliá-lo para que mais escolas estaduais sejam beneficiadas”, destaca Demis.

A Olimpíada de Robótica é promovida pela Sociedade Brasileira de Computação (SBC) e a Sociedade Brasileira de Automática (SBA), com apoio do Ministério da Educação (MEC) e do Ministério da Ciência e Tecnologia.

(Núbia Daiana Mota)

Fazer um comentario